25 C
Serra
quinta-feira, 28 de Maio de 2020

Mais contratações que demissões em abril na cidade

Leia também

Queima de pneus todos os dias incomoda moradores de bairro da Serra

Na região de Feu Rosa e uma parte de Portal de Jacaraípe a reclamação é a fumaça gerada pela...

Covid-19 também provoca epidemia de desemprego na Serra

Locomotiva econômica e município de maior população do ES, a Serra é a cidade com mais demissões nesta pandemia...

Deputados suspendem recesso parlamentar de julho e devem retomar sessões presenciais

Os deputados estaduais capixabas devem retomar as sessões presenciais nas próximas semanas. O presidente da Assembleia Legislativa do Espírito...
Vilson Vieira Jrhttps://www.portaltemponovo.com.br%20
Morador da Serra, Vilson Vieira Junior é repórter do Tempo Novo. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Esporte.

Em abril, foram assinadas 5,058 novas carteiras de trabalho na Serra. (Foto: Governo Federal/Divulgação)

O mês de abril seguiu positivo na geração de trabalho formal na Serra e abriu o dobro de vagas, se comparado a março. Em abril, o saldo entre contratações e demissões foi de 305, enquanto em março foram 139.

Em abril, foram assinadas 5.058 novas carteiras de trabalho, enquanto 4.753 deram baixa. As áreas que mais contrataram foram serviços (279) e comércio (97), enquanto as que mais demitiram foram indústria de transformação (-51) e construção civil (-30). Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Nos primeiros quatro meses deste ano, a Serra gerou 1.481 postos de trabalho novos, com 22.238 admissões e 20.757 baixas. Se somados às 5.178 vagas abertas em 2018, o total é de 6.629; um crescimento ainda modesto se comparado às quase 20 mil vagas fechadas entre 2015 e 2017.

Apesar de os números mostrarem recuperação, ainda é um desafio conseguir trabalho para todos que precisam. Segundo o secretário municipal de Trabalho, Emprego e Renda, Roberto Carlos, cerca de 35 mil pessoas estão em busca de emprego na cidade. A declaração foi dada ao jornal A Gazeta.

No Espírito Santo, o saldo voltou a ficar positivo, com 2.881 novas vagas. Em abril, foram 28.189 contratações e 25.308 demissões. O saldo no primeiro quadrimestre também ficou positivo: 9.066, considerando as 117.906 carteiras assinadas, contra 108.840 baixas.

Comentários

Mais notícias

Covid-19 também provoca epidemia de desemprego na Serra

Locomotiva econômica e município de maior população do ES, a Serra é a cidade com mais demissões nesta pandemia de coronavírus. Em abril, 5.605...

Deputados suspendem recesso parlamentar de julho e devem retomar sessões presenciais

Os deputados estaduais capixabas devem retomar as sessões presenciais nas próximas semanas. O presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, deputado Erick Musso (Republicanos),...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!