• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 63.562 casos
  • 1.352 mortes
  • 61.622 curados
20.7 C
Serra
sábado, 12 junho - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 63.562 casos
  • 1.352 mortes
  • 61.622 curados

Lixão em Novo Porto Canoa tira sono de moradores que pedem providência

Leia também

Ministro de Bolsonaro cita a Serra e divulga vídeo da obra do Contorno do Mestre Álvaro

Na última sexta-feira (11) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas publicou um vídeo em suas redes sociais,...

Atenção: Serra ainda tem vagas para vacinas de Covid (1° e 2° dose) e Influenza

A Prefeitura Municipal da Serra, por meio da secretaria de Saúde, informa que das vagas abertas nesta sexta-feira (11),...

Serra retoma aulas presenciais para 14 mil alunos do 6º ao 9º ano e EJA

  As atividades para os alunos da rede municipal de educação da Serra que estão cursando entre o 6º e...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O local fica na Avenida Amazonas. Foto: Divulgação

Um imenso lixão está se formando na Avenida Amazonas, em Novo Porto Canoa, no terreno que fica em frente a pista de bicicross construída pela Prefeitura da Serra em 2019.

A pista de bike que antes também era um lixão, deixou de ser um ponto viciado desde março daquele ano quando a área de lazer foi inaugurada.

Mas segundo populares, o problema agora mudou de lugar e está bem em frente a esta pista e tem tirado o sono de quem mora próximo ao local. Segundo eles, o local virou um depósito de madeira e todo tipo de material que as pessoas descartam, desde lixo a restos de materiais de construção. Reclamam também da presença de usuários de drogas constantemente no terreno.

“É uma falta de respeito com os moradores de Novo Porto Canoa, a pouco tempo foi retirado do bairro um famoso lixão e substituído por uma maravilhosa pista de bicicleta. O problema é que no terreno em frente a situação está calamitosa. Muitas madeiras com pregos e farpas, colocam a vida de crianças que brincam no local em risco”, denuncia um morador que não quis se identificar.

Uma outra moradora da rua pede providências. “Gostaria de pedir pelo amor de Deus que a prefeitura tome providência o mais rápido possível, pois além do perigo com pregos, o local está virando ponto de usuários de drogas. Estamos preocupados e amedrontados”.

O proprietário do terreno, Jair Nunes, disse que no local funciona a empresa Planeta Limpo e que a propriedade é limpa regularmente e que não há lixo jogado. “As madeiras são constantemente doadas inclusive para as pessoas que fazem uso para cozinhar. O terreno é roçado regularmente e o mantemos sempre limpo. A informação dos moradores não procede”.

O TEMPO NOVO procurou a Prefeitura da Serra para falar sobre o assunto que disse que a Secretaria de Serviços da Serra informou que não identificou nenhuma reclamação referente ao local informado, mas que vai identificar e notificar os infratores que estão descartando resíduos de forma irregular, além de realizar a limpeza da área.

Veja vídeo:

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!