24.7 C
Serra
sábado, 28 maio - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Lixão e constantes assaltos atormentam a vida de moradores de Carapina Grande

Leia também

Campanha de segurança de trânsito alcança 3 mil serranos

Desde o inicio deste mês, o Departamento Operacional de Trânsito (DOT), tendo em vista a campanha de conscientização de...

Polícia prende suspeitos de roubar carro com bebê e criança na frente de creche na Serra

A Policia Civil, por meio da Divisão Especializada de Furtos e Roubos de Veiculos, prendeu em flagrante um dos...

Lei torna hediondo crime praticado contra menores de 14 anos

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.344/2022 que cria mecanismos para a prevenção e o enfrentamento da violência...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O terreno fica atrás da loja Guerreiros, às margens da BR 101. Foto: Divulgação

Moradores de Carapina Grande estão sofrendo com um enorme lixão na rua Manoel Carlos de Miranda – no local onde futuramente será construído o novo Terminal de Carapina, na Serra.

Enquanto a obra não começa, o local virou depósito de todo tipo de material inservível para a população, desde lixo a restos de poda de árvores, entulho e móveis velhos.

O terreno fica às margens da BR 101, atrás dos Guerreiros, e de acordo com a moradora, Marina da Penha Santos tem virado ponto de usuários de drogas e também esconderijo para bandidos que aproveitam a situação para assaltar pessoas que passam pelo local.

“É um descaso o que estão fazendo com a gente aqui. Queremos que façam alguma coisa aqui. Está muito perigoso, temos assalto a mão armada o tempo todo. Ficamos à mercê dos bandidos. A iluminação é péssima, o que ajuda muito na ação dos bandidos”.

Maria Aparecida que também é moradora do bairro também denuncia que as instalações da antiga HZM estão sendo invadidas. “A iluminação da rua é péssima. A via é muito escura, precisamos que cortem as árvores, elas também estão servindo de esconderijo e os bandidos ficam em cima armados só esperando para dar o bote”.

Moradores pedem a limpeza do terreno. Foto: Divulgação

O Tempo Novo procurou a Prefeitura da Serra que disse que a Secretaria de Serviços da Serra informou que o terreno citado pertence ao Governo do Estado, e que vândalos destruíram parte do muro e portões do local, o que facilita o descarte irregular de resíduos. Na última limpeza realizada no terreno, foram retiradas 60 caçambas de entulho. Nas próximas semanas, as equipes de limpeza atuarão no local. Informa ainda, que intensificará a fiscalização, juntamente com as equipes de Fiscalização de Posturas e oficiará o governo do estado para a realização de reparos no muro e portões, de forma a inibir a prática ilegal de descarte irregular de resíduos no terreno.

As denúncias de descarte irregular de resíduos devem ser feitas pelo WhatsApp (27) 99976-2595. Pelo canal é possível enviar fotos e vídeos com a identificação do local e do infrator.

Já a Polícia Militar informou que realiza policiamento ostensivo em todo bairro Carapina Grande a fim de reprimir e coibir todo tipo de crime. O comando da 1ª Companhia do 6º Batalhão, responsável pelo patrulhamento na região, ressalta que, apesar das atividades desenvolvidas no local, conta sempre com a participação da comunidade, acionando imediatamente uma viatura em casos de crimes em andamento ou que tenham acabado de acontecer, por meio do Ciodes (190).  O comando da Cia está à disposição da liderança comunitária e da população para conversar e avaliar as ações desenvolvidas no bairro.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!