20.7 C
Serra
quarta-feira, 22 setembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Lama já está a cerca de 50 km das praias da Serra

Leia também

Vendaval destrói poste e deixa bairro da Serra sem energia elétrica

O vendaval da noite desta terça-feira (21) está deixando estragos em alguns bairros da Serra. Em Vila Nova de Colares,...

Calorão na Serra dá lugar a chuva e ventos de até 40 km/h nessa quarta-feira

No dia em que marca a passagem para a Primavera no Hemisfério Sul, o avanço de um sistema frontal...

Assembleia Legislativa aprova regras para gratuidade em ônibus

  Deputados estaduais aprovaram nesta quarta-feira (21) o Projeto de Lei Complementar 24/2021, que faz ajustes à Lei Complementar 971/2021....
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Aspecto da praia de Regência na manhã desta terça (24) . Foto: Divulgação
Aspecto da praia de Regência na manhã desta terça (24) . Foto: Divulgação

A lama dos rejeitos de minério da Samarco (Vale + BHP Billiton) que segue descendo pelo devastado rio Doce já entrou cerca de 20 km mar adentro, viajou 30 km na direção norte e já percorreu 5 km na direção sul do litoral capixaba.

As informações são da assessoria do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), cujos técnicos fizeram um sobrevoo na tarde desta terça (24) sobre a área atingida. A assessoria explicou que os números são aproximados.

Na direção sul está o litoral da Serra. A distância entre Nova Almeida e a foz do rio Doce em Regência, Linhares, é de aproximadamente 58 km, segundo medição feita no Google Earth. Com os 5 km que já percorreu nessa direção, a lama já está a pouco mais de 50 km do litoral da cidade.

A maior distância percorrida foi na direção norte até agora, porque desde a chegada da lama na foz do rio no último sábado (21) uma frente fria com ventos sudeste e leste atuam no litoral do ES. Se o vento virar para a direção nordeste, a tendência são os resíduos virem mais para o sul.

O governo Federal não tem clareza de quando a lama deve parar de chegar ao litoral. Em visita ao ES nesta segunda, a Ministra do Meio Ambiente, Isabela Teixeira, disse que enquanto durar o período chuvoso – que se estende até abril do ano que vem – é possível que a lama, que percorreu mais de 600 km de Minas até o ES, siga descendo.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!