20 C
Serra
sexta-feira, 05 de junho de 2020

Jovem amarrado e agredido por “justiceiros” em Feu Rosa continua desaparecido

Leia também

Deputado defende redução de gastos do Governo com publicidade

A Assembleia Legislativa endereçou ao Governo do Estado Indicação 927/2020 para que  apenas realize despesas com publicidade e propaganda...

Cesan vai ter que devolver tarifa de esgoto cobrada indevidamente, diz líder comunitário

A Cesan vai devolver tarifas de esgoto cobradas indevidamente de moradores de Balneários Carapebus. É o que afirma o...

MPF aponta que ES tem menos leitos de UTI do que constam nos dados oficiais

Na tarde desta quinta-feira (4) o Ministério Público Federal (MPF) fez uma denúncia preocupante para o Espirito Santo. O órgão...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

A vítima foi amarrada a uma árvore. Nos destaques, o rosto dos agressores que aparecem no vídeo.
A vítima foi amarrada a uma árvore. Nos destaques, rostos dos agressores que aparecem no vídeo.

A Polícia Militar (PM) ainda não sabe o paradeiro do jovem que foi amarrado e agredido por um grupo de homens no bairro Feu Rosa, na última terça-feira (16). O motivo da violência teria sido a suspeita de que ele teria furtado um celular na comunidade. Um dos integrantes do grupo de agressores, aparentemente justiceiros, filmou a ação e o vídeo chegou à internet. No vídeo é possível perceber a vítima ser agredida por 3 homens enquanto uma quarta pessoa faz a filmagem.

Apesar da PM não ter o registro da ocorrência, moradores da região, que falaram sob a condição de anonimato, garantem que o fato aconteceu e que a vítima sofre de problemas mentais. As cenas de barbárie foram gravadas e divulgadas na internet, por meio de um vídeo no Facebook.

“A mãe do jovem está buscando informações sobre o filho, mas ninguém sabe onde ele está”, disse um morador do bairro, acrescentando que a família do rapaz reside na comunidade.

Também há relatos de que um caso semelhante ocorreu há aproximadamente uma semana, só que no bairro vizinho, Vila Nova de Colares. Este linchamento teria resultado na morte da vítima.

Por meio de nota, a assessoria de comunicação da Polícia Militar do Espírito Santo, informou que não há registros de nenhuma das duas ocorrências.

Confira o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=mTO2phrGvZA

Comentários

Mais notícias

Cesan vai ter que devolver tarifa de esgoto cobrada indevidamente, diz líder comunitário

A Cesan vai devolver tarifas de esgoto cobradas indevidamente de moradores de Balneários Carapebus. É o que afirma o líder comunitário local, Anderson Muniz....

MPF aponta que ES tem menos leitos de UTI do que constam nos dados oficiais

Na tarde desta quinta-feira (4) o Ministério Público Federal (MPF) fez uma denúncia preocupante para o Espirito Santo. O órgão disse em sua denúncia que...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!