• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.377 casos
  • 956 mortes
  • 48.328 curados
28.4 C
Serra
terça-feira, 13 abril - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.377 casos
  • 956 mortes
  • 48.328 curados
Exclusivo para coronavírus

Hospital Materno Infantil terá 140 leitos para Covid, diz secretário em reunião com Vandinho

Leia também

Prefeitura da Serra volta a fechar acesso à Rotatória do Ó para obra de duplicação

Na manhã dessa terça-feira (13) motoristas que seguiam pela Avenida Paulo Pereira Gomes sentido Laranjeiras, voltaram a ter que...

Cesan deixa esgoto vazando em frente a comércios e residências em bairro da Serra

Um vazamento de esgoto está deixando moradores e comerciantes de bairro da Serra em uma situação complicada e fedorenta....

Após paralisação dos rodoviários, ônibus do Transcol ficam superlotados na Serra

Logo após causar transtornos na vida de milhares de capixabas, a paralisação promovida por rodoviários do sistema Transcol deixaram...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Vandinho recebeu informação em reunião com o secretário de Saúde, Nésio Fernandes. Foto: Divulgação

Após um imbróglio que durou cerca de um ano, o Hospital Materno Infantil, na Serra, começará a funcionar em abril, com 140 leitos destinados ao tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus, sendo 120 leitos destinados à enfermaria, e os outros 20 para Unidades de Terapias Intensivas (UTIs).

A informação foi confirmada pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, em reunião, nesta segunda-feira, com o deputado estadual Vandinho Leite (PSDB), primeiro parlamentar a defender, ainda em março do ano passado, a utilização do hospital, que, à época, era tema de um impasse entre a Prefeitura da Serra e o Executivo estadual, para o tratamento de pacientes com Covid-19.

“Sei que a demanda para a questão de maternidade na Serra é grande. Inclusive, sempre defendi que, após ajudar o Estado no enfrentamento à covid-19, o Hospital Materno Infantil volte a seu projeto original, que é o de ser uma referência na realização de partos e no atendimento a gestantes. No entanto, hoje, vivemos uma crise na saúde pública, com o avanço da pandemia, o que gera uma busca enorme por leitos para socorrer quadros graves de covid-19”, disse Vandinho.

Ainda de acordo com o secretário, com a abertura dos novos leitos no Materno Infantil, o Hospital Jayme dos Santos Neves, também na Serra, e que hoje recebe grande parte da demanda relacionada ao coronavírus no Espírito Santo, além de prestar socorro a outros estados, ganha 60 novas vagas para tratar outros doenças.

Aliás, o próprio Vandinho já fez um apelo ao Estado, pedindo para que, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia, outras enfermidades não sejam deixadas de lado.

“Esse também é um dos motivos pelos quais considero uma boa decisão o uso do Hospital Materno Infantil para ajudar nessa luta contra esse vírus tão impiedoso, que já tirou a vida de mais de 6 mil capixabas, uma vez que, com o desafogo na busca por leitos no Jayme, por exemplo, damos a oportunidade de pacientes com outras doenças também receberem tratamento”, ressaltou o parlamentar.

Normalidade

Uma das garantias dados pelo secretário ao deputado foi a de que, tão logo se normalize a situação da pandemia no Estado, o Hospital Materno Infantil passará a realizar os atendimentos para os quais foi pensado, ou seja, atendendo unicamente as demandas relacionadas a partos e o atendimento a gestantes, inclusive contando com uma estrutura preparada para gravidezes e partos de alto risco, uma vez que o modelo utilizado para atender aos pacientes com casos graves de covid-19 será reaproveitado.

Vacinas

A disponibilidade de vacinas para todos os capixabas também foi uma demanda levantada por Vandinho durante o encontro com o secretário.  O parlamentar questionou quando haverá imunizantes ao alcance de toda a população, ao passo que o gestor da pasta da Saúde no Estado informou que a previsão é de que, até maio, mais de 3 milhões de doses cheguem ao Espírito Santo, garantindo a vacinação de, pelo menos, 1,7 milhão de adultos.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!