21.8 C
Serra
segunda-feira, 09 de dezembro de 2019

Horta saudável: aposentado cultiva hortaliças sem veneno e vende até para vizinhos

Leia também

Vereador denuncia descaso com moradores de rua da Serra

Preocupado com a situação de violência contra moradores de rua, principalmente em Jardim Limoeiro e região, o vereador Cabo...

Roupas, artesanato e gastronomia em feira de empreendedoras em Laranjeiras

Para quem curte incentivar o empreendedorismo feminino e quer presentear no fim de ano com produtos feitos ou vendidos...

Varejo da cidade projeta Natal bom após vendas da Black Friday

As vendas da Black Friday animaram o varejo da cidade, que projeta um Natal melhor do que os dos...
Vilson Vieira Jrhttps://www.portaltemponovo.com.br%20
Morador da Serra, Vilson Vieira Junior é repórter do Tempo Novo. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Esporte.

Seu Tide mora na Serra há 40 anos e cultiva hortas desde criança, quando morava no interior. (Foto: Edson Reis)

Imagine poder cultivar uma horta própria, sem agrotóxicos e, além de ter uma renda extra com ela, colher tempero verde, alface, almeirão, couve. Tudo fresquinho e saudável na sua mesa. É o que tem feito desde os quatro anos de idade o aposentado Clidimar Mageski Santana, hoje com 70 anos.

Natural de Colatina, seu Tide, como é mais conhecido no bairro Maria Níobe, mudou-se para a Serra há 40 anos e mantém viva até hoje uma tradição que aprendeu com a tia em sua terra natal.

Ele trabalha sozinho na horta e, mesmo aposentado por problemas na coluna, ele ama o que faz. “Para quem não sabe fazer, é trabalhoso, mas para mim é muito prazeroso. E para se ter uma horta bonita, tem que mexer a terra com a mão, não pode ser com enxada”, explica seu Tide.

Ele conta que vende as hortaliças para vizinhos e até por encomenda para quem mora perto da horta. “Todo dia faço meu dinheirinho com a horta. Vendo meus produtos no local mesmo e também por encomenda para moradores aqui do bairro [Maria Níobe]. Tenho clientes que ligam e levo até a casa deles”, destaca.

Mas além de vender, Tide colhe para consumo próprio. “Como verduras todos os dias em casa, tudo fresquinho, colhido na hora, e sem agrotóxicos, o que é melhor”, diz, orgulhoso com o trabalho que faz. E ele conta que as pessoas gostam e levam as hortaliças principalmente pela forma como são produzidas, orgânica e sem o acréscimo de veneno. “Minha produção aqui é só água, terra e adubo”, frisa.

Comentários

Mais notícias

Roupas, artesanato e gastronomia em feira de empreendedoras em Laranjeiras

Para quem curte incentivar o empreendedorismo feminino e quer presentear no fim de ano com produtos feitos ou vendidos por mulheres, uma boa oportunidade...

Varejo da cidade projeta Natal bom após vendas da Black Friday

As vendas da Black Friday animaram o varejo da cidade, que projeta um Natal melhor do que os dos últimos anos. Segundo a Fecomércio-ES,...

Jeremias vai ao Paraná abrir programação de Natal de Laranjeiras do Sul

O cantor Jeremias Reis, ganhador do The Voice Kids deste ano, está fazendo shows em diversas cidades e estados brasileiros. A agenda do morador da...

Cobrinha Coral encara Vitória na estreia da Copa SP

Campeão Capixaba Sub-20, o Serra vai enfrentar XV de Jaú (SP), Vitória (BA), e Guarani (SP) na Copa São Paulo de Futebol Junior 2020,...

Você também pode ler

Conteúdo patrocinado

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!