27.7 C
Serra
sábado, 28 maio - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Homem vai para presídio de Queimado, na Serra, acusado de estuprar três sobrinhas-netas

Leia também

Campanha de segurança de trânsito alcança 3 mil serranos

Desde o inicio deste mês, o Departamento Operacional de Trânsito (DOT), tendo em vista a campanha de conscientização de...

Polícia prende suspeitos de roubar carro com bebê e criança na frente de creche na Serra

A Policia Civil, por meio da Divisão Especializada de Furtos e Roubos de Veiculos, prendeu em flagrante um dos...

Lei torna hediondo crime praticado contra menores de 14 anos

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.344/2022 que cria mecanismos para a prevenção e o enfrentamento da violência...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Centro de Detenção Provisória da Serra: visitas temporariamente suspensas. Foto: Divulgação

Está preso no Presídio do Queimado na Serra, um homem de 49 anos suspeito de ser o autor de estupros de vulneráveis contra as sobrinhas-netas, sendo duas adolescentes de 14 e 16 anos e uma jovem de 20 anos.

Elas alegaram que os abusos aconteciam há cerca de dez anos. O acusado de foi preso pela equipe da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), no último sábado (22), no bairro Jucutuquara, em Vitória.

A DPCA teve conhecimento do fato no momento em que a vítima, atualmente com 16 anos, não suportando mais conviver com a violência sofrida desde os seis anos, foi até a delegacia sozinha registrar a ocorrência. Ela apresentou um vídeo que gravou do investigando praticando os atos libidinosos com elas.

Ele foi preso durante cumprimento de mandado de prisão temporária, enquanto trabalhava como vigilante armado e, no momento da prisão, não ofereceu resistência. De acordo com a titular da DPCA, delegada Larissa Lacerda, o investigado morava em um terreno com as vítimas

“As vítimas residiam em um terreno familiar, onde o investigado também tinha uma residência. Elas alegam que o investigado sempre manteve em sua casa brinquedos e livre acesso a computador e televisão, a fim de atrair as vítimas para praticar os abusos”, explicou a delegada

Ainda segundo a responsável pela investigação, o suspeito, que é tio-avô das vítimas, confessou informalmente o delito.

Após os procedimentos de praxe, o conduzido foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Serra (CDPS), onde permanece à disposição da Justiça. O inquérito policial (IP) seguirá em investigação pela DPCA, a fim de identificar novas vítimas.

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!