25.3 C
Serra
domingo, 29 de março de 2020

GVBus diz que greve dos rodoviários é ilegal

Leia também

Sobe para 9 o número de pessoas com o novo coronavírus na Serra

Sobe para 9 o número de pessoas infectadas com a Covid-19 na Serra. A informação foi divulgada pelo governador...

“Meu Título de Eleitor permanece em Vitória”, diz Amaro Neto, que vinha sendo cotado para a Prefeitura da Serra

Uma suposta consulta do deputado federal Amaro Neto (Republicanos) ao Cartório Eleitoral da Serra causou alvoroço no mercado politico...

ArcelorMittal vai parar mais um alto-forno em Tubarão

Maior indústria instalada na Serra e 3ª maior planta produtora de aço do Brasil, a ArcelorMittal Tubarão anunciou que...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O GVbus afirmou que o Sindirodoviários não obedeceu a liminar da justiça. Foto: Gabriel Almeida

O Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GVBus) afirmou na tarde desta segunda-feira (3) que o Sindirodoviários não cumpriu a determinação da Justiça de colocar 70% da frota dos coletivos nas ruas em horários de pico e 50% nos demais horários.

Segundo o GVBus, de 5h às 6h, quando 50% dos ônibus deveriam estar circulando, apenas 24% dos 1.426 coletivos saíram das garagens. Já no horário de pico, de 6h às 9h, a quantidade de veículos nas ruas da Grande Vitória não passaram de 63%, sendo que o Tribunal Regional do Trabalho determinou através de liminar 70% da frota nesse período.

Com isso, o GVBus irá oficializar ainda hoje (3) ao TRT-ES essa situação, que caracteriza descumprimento da liminar, e torna a greve ilegal. “Greve essa que tanto prejudica a população da Grande Vitória, em especial, por se tratar de um período de compras natalinas”, disse em nota.

A reportagem tentou contato com o presidente do Sindirodoviários, José Carlos Salles, mas não obteve sucesso.

Reunião termina sem acordo e greve dos rodoviários continua 

A reunião de conciliação entre rodoviários e empresários que aconteceu na tarde desta segunda-feira (3) terminou sem acordo. As empresas do ramo apresentaram uma nova proposta para os trabalhadores, que não aceitaram. A greve continua por tempo indeterminado.

Os rodoviários pedem um reajuste de 4%, enquanto as empresas apresentaram a proposta de 3% de reajuste salarial, no ticket de alimentação e plano de saúde. A reunião durou pouco mais de 10 minutos.

Através de nota, o GVBus disse que os rodoviários pediram um reajuste que, somando salários e benefícios, superaria 8%. Só para o tíquete refeição, por exemplo, os profissionais solicitaram aumento de 9,34%. Dessa forma, em contrapartida, as empresas propuseram adicionar à proposta de reajuste de salário feita na última sexta-feira, de 3% a partir de janeiro, um aumento também de 3% no tíquete refeição, no plano de saúde e no seguro de vida. Ou seja, 3% de aumento nos salários e mais 3% de reajuste nos benefícios sociais. Leia mais clicando aqui.  

Comentários

Mais notícias

“Meu Título de Eleitor permanece em Vitória”, diz Amaro Neto, que vinha sendo cotado para a Prefeitura da Serra

Uma suposta consulta do deputado federal Amaro Neto (Republicanos) ao Cartório Eleitoral da Serra causou alvoroço no mercado politico capixaba. Segundo informações de bastidores...

ArcelorMittal vai parar mais um alto-forno em Tubarão

Maior indústria instalada na Serra e 3ª maior planta produtora de aço do Brasil, a ArcelorMittal Tubarão anunciou que vai paralisar o Alto-Forno 03....

Espírito Santo tem 7 novos casos de Covid-19

O Espírito  Santo tem sete novos casos do novo coronavirus, segundo da informação divulgada pelo governador Renato Casagrande no final da tarde deste sábado...

Indústria faz campanha para consumidor priorizar produto capixaba

A Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) lançou esta semana campanha para que o consumidor capixaba compre produtos produzidos no Estado. A campanha diz...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem