28.7 C
Serra
sábado, 22 janeiro - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Governo se pronuncia sobre desfile de escolas de samba e carnaval de rua no Espírito Santo

Leia também

Serra terá dois novos pontos de testagem de Covid-19 | Confira

Diante do crescente número de casos positivos de Covid-19 registrados nos últimos dias, a procura por testes aumentou e...

Avanço explosivo da Ômicron adoece 1.550 pessoas na Serra em 24h

A circulação da variante Ômicron em território capixaba tem causado um aumento explosivo de novos casos da Covid-19 na...

Serra volta para risco moderado e pode sofrer restrições devido ao avanço da Covid-19

Devido ao aumento de casos de coronavírus e mortes causadas por complicações da Covid-19, a Serra voltou a ser...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Nos próximos dias o Estado estará avaliando tanto o desfile das escolas de samba, quanto o carnaval de rua nos municípios. Foto: Divulgação Prefeitura de Vitória

O secretário de Saúde do Espírito Santo, Nesio Fernandes, anunciou na manhã desta quarta-feira (5) durante coletiva de imprensa que o Estado vai avaliar o possível cancelamento do Carnaval por conta da circulação de novas variantes da Covid-19, inclusive a Ômicron, além do surto de síndrome gripal que tem atingido duramente a população nas últimas semanas.

De acordo com Nesio nos próximos dias será estabelecido uma agenda na avaliação de risco com os municípios capixabas no que diz respeito ao cenário previsto para o mês de fevereiro e o possível cancelamento do carnaval este ano.

“Estamos discutindo medidas distintas para o Carnaval do sambódromo com as escolas de samba e medidas que poderão ser aplicadas ao carnaval de rua Estado. Nós já estamos discutindo com os municípios, estamos olhando de maneira muito atenta que municípios importantes, inclusive capitais brasileiras já definiram pela suspensão do carnaval de rua”.

Nesio alertou para a situação epidemiológica complexa e falou da cobertura de terceira dose da vacina insuficiente para poder enfrentar de maneira mais segura a circulação da variante Ômicron e disse que é necessário avançar no mês de janeiro na ampliação da cobertura vacinal da segunda e da terceira dose.

“Precisamos ter uma condição imunológica da característica da comunidade para poder enfrentar com menor risco a circulação predominante da variante Ômicron no ES. Por isso, conclamo a população capixaba que procure os pontos de vacinação, atualize seu esquema vacinal e rejeite todo e qualquer tese anti-vacina, negacionista que duvide da capacidade desses imunizantes seguros e eficazes de proteger você e sua família. Todas as vacinas disponíveis no PNI são seguras e eficazes e estão disponíveis no SUS”.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!