21 C
Serra
terça-feira, 20 de outubro de 2020

Gosta de música clássica? Confira a agenda da Orquestra Sinfônica do ES

Leia também

Vidigal promete vigiar poluição do ar, ampliar reservas ambientais e revisar PPP do esgoto

Com a bagagem de já ter sido prefeito três vezes da Serra Sérgio Vidigal (PDT) volta a disputar o...

Com 133 casos em nove meses, assassinatos crescem 30% na Serra  

A violência não dá trégua na Serra. Entre janeiro e setembro, 133 pessoas foram assassinadas na cidade, numero 30%...

Time de Colina de Laranjeiras é o campeão do Brasileiro da Serra

O Colina Futebol Clube é o atual campeão Brasileiro da Serra. Criado em 2017, time de futebol amador tem...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A harpista Maíni Moreno, de apenas 20 anos, será a solista das primeiras apresentações que acontecerão na terça-feira (12) e quarta-feira (13), no Teatro Glória, no Centro de Vitória. Foto: Divulgação

Obras de grandes compositores, como Mozart e Tchaikovsky estão na programação da Temporada 2019 da Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo (Oses). Um dos destaques é a homenagem ao teatro, no mês de março. No concerto de abertura, na próxima terça-feira (12), obras de Massenet, pela primeira vez executadas pela Oses.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória de terça à domingo, das 11h às 20h. O valor é R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

‘Bienvenue 2019’ é o título das duas primeiras apresentações da Temporada 2019. Sob a regência do maestro Helder Trefzger e solo da harpista Maíni Moreno, de apenas 20 anos, as primeiras apresentações serão nas próximas terça-feira (12) e quarta-feira (13), no Teatro Glória, no Centro de Vitória. O público vai poder apreciar obras de Massenet, Saint-Saëns e Cesar Franck, nomes consagrados que estudaram e lecionaram no Conservatório de Paris, um dos mais tradicionais centros de ensino de música do mundo.

Nos dias 27 e 28 de fevereiro, será apresentada a suíte ‘Lago dos Cisnes, clássico de Tchaikovsky que mostra o amor de um príncipe por uma cisne. A obra passou a ser referência obrigatória no repertório do balé clássico, com enredo encantador, vibrante e lúdico.

Na sequência, será apresentada a abertura da ópera mais popular da trajetória de Mozart, ‘O rapto do Serralho’. Na época em que foi escrita, em 1781, o imperador austríaco Josef II fez seu famoso comentário: “Bela demais para os nossos ouvidos, meu caro Mozart, e com notas em demasia”. E Mozart retrucou: “Exatamente tantas quantas são necessárias, Majestade”.

Sob a regência do maestro adjunto, Leonardo David, o trompetista da Oses Renan Sena, vai solar na obra ‘Concerto para trompete em mi bemol maior, do austríaco Hummel, compositor contemporâneo de Mozart e Beethoven.

Em março, nos dias 13 e 14, serão apresentadas obras do alemão Weber e do norueguês Grieg, ambos compositores que têm uma forte conexão entre a música e o teatro. Weber tinha uma força expressiva em seus temas e essa familiaridade com o teatro veio da vivência na infância com a trupe teatral de seu pai, com a qual viajou por toda sua infância.

No repertório da noite, destaque para as suítes Nº 1 e 2, da obra ‘Peer Gynt’, uma peça teatral musicada pelo norueguês Grieg. Ao aceitar o convite do dramaturgo Henrik Ibsen para compor a música, o compositor acabou escrevendo um de seus maiores sucessos. O clarinetista da Oses, Cristiano Costa vai ser o solista da vez, com a peça para Clarinete e Orquestra N.º 1, em Fá Menor, de Weber.

Ainda em março, nos dias 27 e 28, às 20 horas, no Teatro Glória, será apresentado o balé ‘A Bela Adormecida’, inspirada no conto infantil. Tchaikovsky criou melodias que fazem parte do imaginário de muitas pessoas. Suas obras magistrais são usadas como trilha sonora de filmes e desenhos até hoje, como na obra ‘Romeu e Julieta’, a animação da Disney ‘Fantasia’ e o clássico ‘O quebra nozes’. Na sequência, uma obra do compositor norueguês Grieg, com solo de piano de Cristian Budu, pianista convidado considerado um dos expoentes de sua geração.

Confira a programação:

Bienvenue 2019 | 12 e 13 de fevereiro.  20h. Teatro Glória

O Conservatório de Paris, um dos mais importantes do mundo, vai ser lembrado no primeiro concerto da Orquestra. É por isso que as boas-vindas ao ano vêm em francês.

 _ Fête Bohème, da Suíte Scènes Pittoresques, de Jules Massenet

_ Morceau de Concert, para harpa e orquestra, de Camille Saint-Saëns

_ Sinfonia em ré menor, de Cesar Franck

Solista: Maíni Moreno

Maestro: Helder Trefzger

 O Lago Dos Cisnes | 27 e 28 de fevereiro. 20h. Teatro Glória

 Obras dos compositores Hummel, Mozart e de Tchaikovsky em um concerto emocionante.

 _ Abertura da ópera O Rapto do Serralho, de Mozart

_ Concerto para trompete em mi bemol maior, de Hummel

_ Suíte O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky

Solista: Renan Sena

Maestro: Leonardo David

 Teatro e Música: Peer Gynt | 13 e 14 de março. 20h. Teatro Glória

 Ao aceitar o convite de seu conterrâneo, o dramaturgo Henrik Ibsen, para compor a música de cena de Peer Gynt, o compositor norueguês Edvard Grieg escreveu um de seus maiores sucessos.

_ Abertura Euryanthe, de Weber

_ Concerto Para Clarinete E Orquestra N.º 1, em Fá Menor, de Weber

_ Peer Gynt – Suíte N.º 1 e 2, de Grieg

Solista: Cristiano Costa

Maestro: Leonardo David

 A Bela Adormecida | 27 e 28 de março. 20h. Teatro Glória

 O balé “A Bela Adormecida” é inspirado no conto infantil, mas aqui vira música e você pode sentir a história.

_ Suíte A Bela Adormecida, de Tchaikovsky

_ Concerto para piano em lá menor, de Grieg

Solista: Cristian Budu

Maestro: Helder Trefzger

“Ingressos na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória de terça à domingo, das 11h às 20h”

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Com 133 casos em nove meses, assassinatos crescem 30% na Serra  

A violência não dá trégua na Serra. Entre janeiro e setembro, 133 pessoas foram assassinadas na cidade, numero 30% maior que no mesmo período...

Time de Colina de Laranjeiras é o campeão do Brasileiro da Serra

O Colina Futebol Clube é o atual campeão Brasileiro da Serra. Criado em 2017, time de futebol amador tem três anos de história, mas...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!