23.2 C
Serra
segunda-feira, 06 de julho de 2020

Filha de catadores de recicláveis conquista bolsa e vai estudar fora do país

Leia também

Projeto garante teste gratuito de coronavírus a doadores de sangue

Tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei versa sobre a inclusão de testes para detecção da Covid-19 em...

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12...

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Luiza e sua família moram em Planalto Serrano. Foto: Everton Nunes

Com muito esforço de seus pais e sua dedicação aos estudos, a jovem moradora da Serra, Luíza Eleotério conseguiu uma bolsa para estudar fora do país. Seus pais, Alvanete Eleotério e Ubirajara dos Anjos, são catadores recicláveis e estão cheio de orgulho pela mais nova conquista de sua filha, que tem 18 anos.

A família é de Planalto Serrano. A mãe de Luíza, Alvanete Eleotério, conta que é um grande sonho sendo realizado. “Já fui doméstica, trabalhei no comércio, auxiliar de crianças e hoje trabalho como catadora de material reciclável na Abrasol (Associação Banco Regional Ambiental Solidário), em Planalto Serrano. Por isso, é um sonho ver isso acontecer com a minha filha”, destacou a mãe, toda orgulhosa.

Alvanete ainda afirmou que Luíza sempre teve um grande potencial nos estudos. “A Luíza sempre se destacou, tem potencial e é dedicada aos estudos. Nunca fui chamada na escola, sempre que ia aos plantões pedagógicos era só elogio. Ela vai ser o que ela quiser ser”, afirmou a mãe coruja, que contou que fez parte da alfabetização da filha.

Já o pai Ubirajara dos Anjos, mais conhecido como “Bira”, revelou que antes mesmo da filha viajar ele já está sentindo saudades. “Ela sempre foi estudiosa. Estou orgulhoso. Que tudo isso seja e aconteça para a Glória de Deus, que a tem guiado até aqui”.

Como tudo aconteceu…

Luíza participou de um processo seletivo, com provas escrita e oral, no ano passado. Assim que recebeu a notícia da aprovação, não parou de pensar na viagem. Os locais de destino da estudante estão entre Estados Unidos, Inglaterra e Canadá. O país será escolhido por sorteio. “A minha torcida será para o Canadá, porque amo o frio”, disse a estudante.

A oportunidade para aperfeiçoar o inglês vai durar três meses. Esta será a primeira vez que Luíza vai viajar para fora do país. “Pretendo levar um pouco do conhecimento que adquiri aqui e trazer ideias do que eu aprender lá, principalmente sobre como funciona a separação de resíduos. Quando eu voltar do intercâmbio também pretendo dar aulas de inglês para as crianças, de 6 a 9 anos, do bairro”, prometeu Luíza.

Dona Alvanete relembra que a filha cresceu vendo ela e o pai trabalhando na associação e lendo alguns livros que achava no meio dos recicláveis. “Ela sempre foi muito curiosa e esforçada. Quando Luíza era pequena sempre ajudava a cuidar de outras crianças na associação ou a mexer em algum programa no computador que não tínhamos o domínio. E por ela ter visto e acompanhado todas as dificuldades dos catadores, meu desejo é que ela se capacite e volte para contribuir com a nossa comunidade”, revelou a Alvanete.

Luiza e sua família moram em Planalto Serrano. Foto: Everton Nunes

A viagem

Durante o intercâmbio, com duração de três meses, além de ficarem hospedados em casas de famílias nativas, acostumadas a receber adolescentes e jovens estrangeiros, os alunos também participarão de passeios turísticos e culturais para conhecerem e absorverem ao máximo a cultura local.

Os organizadores do intercâmbio ainda não divulgaram a data da viagem, mas deve ser ainda no primeiro semestre deste ano.

Com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra...
Comentários

Mais notícias

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12 de julho, as 16 horas....

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do acompanhante), que alterou a lei...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!