26 C
Serra
segunda-feira, 06 de abril de 2020

Estado dá licença para Arcelor construir usina de dessalinização

Leia também

Serra tem mais dois casos de coronavírus e doença cresce 7% em um dia no ES

A Serra tem mais dois casos confirmados do novo coronavírus, saltando de 31 para 33 o número de pacientes...

Casagrande nomeia Alexandre Ofranti para a Secretaria de Segurança

O coronel da Polícia Militar do Espírito Santo (PM-ES), Alexandre Ofranti Ramalho, assume nesta terça-feira (7) o posto de...

Serra registra 2 mil moradores infectados por dengue e intensifica combate

Com risco de ter um novo surto de dengue neste ano, a Serra já registrou 2.402 casos da doença...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Vista aérea da ArcelorMittal Tubarão. Foto: Mosaico Imagem/ArcelorMittal

Apresentado pela ArcelorMittal Tubarão em 2019, o projeto para instalação da unidade de dessalinização da água do mar foi aprovado pelo Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema). A usina será instalada em Vitória.

Os equipamentos já estão em processo de fornecimento e o início das obras civis está previsto para o mês de abril, devendo ser concluído em até 12 meses. A unidade tem capacidade de produção de até 500m³/h de água industrial para a usina, reduzindo, em caso de racionamento, a demanda da empresa pela água doce do rio Santa Maria da Vitória, fornecida pela Cesan.

Com investimentos da ordem de R$ 50 milhões, a unidade contemplará sistemas de: captação e bombeamento de água do mar, pré-tratamento com filtração, dessalinização por osmose reversa e armazenagem e distribuição da água produzida (água dessalinizada). Durante sua execução, a obra vai gerar cerca de 220 postos de trabalho.

Os objetivos principais da Arcelor é aumentar a segurança hídrica e garantir a estabilidade operacional, colocando a empresa na vanguarda da Gestão Hídrica não só no Espírito Santo, como também no Brasil e no segmento siderúrgico mundial.

O processo de licenciamento ambiental para a obra foi realizado junto ao Iema e passou pelas fases de elaboração do Termo de Referência (TR), Plano de Controle Ambiental (PCA) e Licença Prévia.

Comentários

Mais notícias

Casagrande nomeia Alexandre Ofranti para a Secretaria de Segurança

O coronel da Polícia Militar do Espírito Santo (PM-ES), Alexandre Ofranti Ramalho, assume nesta terça-feira (7) o posto de secretário de Segurança Pública. Ramalho substitui...

Serra registra 2 mil moradores infectados por dengue e intensifica combate

Com risco de ter um novo surto de dengue neste ano, a Serra já registrou 2.402 casos da doença somente em 2020. Felizmente, sem...

Em meio à pandemia, EDP vai deixar bairros da Serra sem energia

A pandemia gerada pelo novo coronavírus não está impedindo que a EDP Espírito Santo suspenda energia de bairros da Serra. Durante esta semana, muitas...

Número de pacientes curados do coronavírus sobe para 38 no ES

Dos 194 casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, 38 pacientes já estão curados da doença. A afirmação é da Secretaria de Estado da...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem