27.9 C
Serra
quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Espécie incomum de borboleta é encontrada no Mestre Álvaro

Leia também

Polícia aponta aumento de ultrapassagens proibidas e acidentes nas BR’s no ES

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou durante os dias de Carnaval, de 21 a 26 de fevereiro, um aumento...

Interesse Eleitoral

Diferentemente de cidades cuja eleição atende ao exclusivo interesse de seus munícipes, numa cidade como Serra é impossível não...

Obras na ArcelorMittal Tubarão vão gerar 920 postos de trabalho

Obras para reduzir a poluição e também para implantar usina de dessalinização da água do mar vão gerar 920...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A pororó-azul foi fotografada no último sábado (10). Foto: EdsonReis

Uma espécie de borboleta incomum foi encontrada no Mestre Álvaro  por ambientalistas durante uma trilha na montanha no último sábado (10). Trata-se da pororó-azul – uma borboleta que apresenta manchas azuis sobre a cor negra e não produz som ao se deslocar em voo.

O clique na ‘raridade’ foi feito pelo fotógrafo Edson Reis, na trilha Norte, da Serra-Sede e deixou os ambientalistas felizes com a descoberta. “É uma espécie muito rara e que não vemos por aqui. O Mestre Álvaro sempre nos surpreende com seus encantos e segredos. Esse morro é mágico e precisa ser muito protegido”, conta Edson que adiantou que depois dessa foto, chegou em casa e olhou todas as fotos de borboletas que já fez no Mestre Álvaro. “Agora fiquei animado em fotografar mais borboletas. Fazer um banco com as que podemos encontrar no Mestre Álvaro”.

Ao lado do fotógrafo estavam também os ambientalistas Asafe Magnago e Fernando Fiorot que fizeram parte da descoberta.

A pororó-azul (Hamadryas Arete) é espécie incomum, presente em zonas sombreadas de matas ombrófilas, podendo ser avistada cruzando áreas ensolaradas. Matas ombrófilas são florestas densas, também chamadas de tropical pluvial. É um tipo de vegetação caracterizado como mata perenifólia (ou sempre verde) cujo dossel é de até 50 m, com árvores emergentes de até 40 m de altura. Possui densa vegetação arbustiva, composta por samambaias, arborescentes, bromélias e palmeiras.

Comentários

Mais notícias

Interesse Eleitoral

Diferentemente de cidades cuja eleição atende ao exclusivo interesse de seus munícipes, numa cidade como Serra é impossível não transbordar  para mais que o...

Obras na ArcelorMittal Tubarão vão gerar 920 postos de trabalho

Obras para reduzir a poluição e também para implantar usina de dessalinização da água do mar vão gerar 920 postos temporários de trabalho na...

Assombrações? Que nada! O medo agora é outro… | Confira a ‘Charge do TN’

Na charge desta semana, o TEMPO NOVO traz novamente temas de duas doenças que andam assombrando serranos e demais pessoas de todo o Brasil....

Serranos mandam ver em versão da canção ‘Telegrama’ de Zeca Baleiro

Ícone da geração dos anos 1990 da MPB, o maranhense Zeca Baleiro teve versão de uma de suas músicas mais conhecidas, ‘Telegrama’, gravada ao...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem