Espécie incomum de borboleta é encontrada no Mestre Álvaro

0
Espécie incomum de borboleta é encontrada no Mestre Álvaro
A pororó-azul foi fotografada no último sábado (10). Foto: EdsonReis

Uma espécie de borboleta incomum foi encontrada no Mestre Álvaro  por ambientalistas durante uma trilha na montanha no último sábado (10). Trata-se da pororó-azul – uma borboleta que apresenta manchas azuis sobre a cor negra e não produz som ao se deslocar em voo.

O clique na ‘raridade’ foi feito pelo fotógrafo Edson Reis, na trilha Norte, da Serra-Sede e deixou os ambientalistas felizes com a descoberta. “É uma espécie muito rara e que não vemos por aqui. O Mestre Álvaro sempre nos surpreende com seus encantos e segredos. Esse morro é mágico e precisa ser muito protegido”, conta Edson que adiantou que depois dessa foto, chegou em casa e olhou todas as fotos de borboletas que já fez no Mestre Álvaro. “Agora fiquei animado em fotografar mais borboletas. Fazer um banco com as que podemos encontrar no Mestre Álvaro”.

Ao lado do fotógrafo estavam também os ambientalistas Asafe Magnago e Fernando Fiorot que fizeram parte da descoberta.

A pororó-azul (Hamadryas Arete) é espécie incomum, presente em zonas sombreadas de matas ombrófilas, podendo ser avistada cruzando áreas ensolaradas. Matas ombrófilas são florestas densas, também chamadas de tropical pluvial. É um tipo de vegetação caracterizado como mata perenifólia (ou sempre verde) cujo dossel é de até 50 m, com árvores emergentes de até 40 m de altura. Possui densa vegetação arbustiva, composta por samambaias, arborescentes, bromélias e palmeiras.

Comentários