25 C
Serra
sábado, 05 de dezembro de 2020

Escolas estaduais voltam às aulas nesta terça e Casagrande garante protocolo rigoroso

Leia também

Prefeitura diz que dinheiro em caixa é maior do que dívida consolidada

A gestão atual da Prefeitura da Serra está prometendo deixar o comando do Município com R$ 485.907.651,01 de dinheiro...

Vidigal define equipe para transição de governo. Veja quem são os escolhidos

Após ser escolhido para ser o prefeito da Serra pelos próximos quatro anos, Sérgio Vidigal (PDT) já montou a...

Vice-prefeito eleito cancela agendas após esposa testar positivo para coronavírus

O vice-prefeito eleito da Serra, Thiago Menezes Carrero (Cidadania), cancelou suas agendas externas para os próximos dias. A decisão...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

No Aristóbulo Barbosa Leão, na Serra, foram tomadas diversas medidas de segurança para o retorno presencial. Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) retornou, nesta terça-feira (13), com as aulas presenciais em escolas estaduais de todo o Espírito Santo, inclusive na Serra. Para tranquilizar as famílias de estudantes, o governador, Renato Casagrande (PSB), garantiu que as unidades escolares contam com um protocolo rigoroso, que pretende evitar a contaminação por Covid-19 dentro das salas de aula.

Conforme já havia sido informado pelo Governo do Estado, nesta terça-feira voltam as atividades presenciais nas escolas de Ensino Médio. Daqui a duas semanas, será retomado o Ensino Fundamental II e, 15 dias depois, o Fundamental I. Na Rede Municipal de Ensino da Serra, não haverá aulas este ano, como já havia sido noticiado pelo TEMPO NOVO.

O anúncio sobre as medidas de segurança foi feito, mais uma vez, pelo governador através de suas redes sociais. “Hoje retomaremos as atividades presenciais no Ensino Médio das escolas estaduais. Foi elaborado um rigoroso protocolo para garantir a segurança de servidores, estudantes e familiares. Desde abril, implantamos o programa EscoLAR, que permitiu manter as atividades remotamente.”

Casagrande ainda destacou que os alunos não são obrigados a retornarem e aqueles do grupo de risco ou que não se sentem seguros podem continuar estudando de casa. “Agora, no máximo 50% dos alunos de cada sala de aula terão, alternadamente, a cada semana, atividades presenciais e remotas, garantindo o distanciamento social. Quem for de grupo de risco ou não se sentir seguro pode permanecer nas atividades remotas até o final do ano letivo.”

Na Serra, umas das escolas estaduais que já retornaram nesta terça-feira é o Aristóbulo Barbosa Leão, em Jardim Limoeiro. A direção da unidade escolar publicou nas redes sociais fotos que mostram as modificações realizadas para o retorno. Dentre elas, está o distanciamento de mesa e também a medição de temperatura dos estudantes, além de disponibilizar máscara e álcool em gel.

Escolas municipais da Serra

Mesmo com a liberação da volta às aulas concedida pelo Governo do Estado, a Secretaria Municipal de Educação da Serra decidiu não reabrir as escolas e creches neste ano. Segundo a Sedu, essa decisão foi tomada após uma pesquisa realizada juntamente com famílias de estudantes do município.

A previsão é que o retorno só aconteça em 2021. Enquanto isso, os estudantes continuam recebendo atividades impressas para realizarem de suas casas.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!