25 C
Serra
quinta-feira, 04 de junho de 2020

Em um ano, escola de Jacaraípe salta 64 posições no ranking do IDEB

Leia também

Serra só terá lockdown se municípios vizinhos também adotarem medida

Com o aumento no número de moradores infectados e mortos pelo coronavírus, a Prefeitura da Serra está estudando a...

Novo condomínio na Serra vai gerar 200 empregos e R$ 20 milhões em investimento

Mesmo com a crise econômica gerada pela pandemia da covid-19  a construtora Morar mantém os planos de lançar um...

Foragido há cinco anos de Minas Gerais é preso na Serra pela Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (4) na região de Balneário Carapebus, na Serra, indivíduo acusado de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A escola fica na região de Jacaraípe. Foto: Divulgação

Há exatos dois anos, a Escola Estadual Jacaraípe estava classificada entre as 23 unidades escolares que possuíam os índices mais baixos no Desenvolvimento da Avaliação Básica (IDEB),que mede a qualidade do aprendizado dos estudantes. Mas com muito esforço, a diretora Margareth Broedel conseguiu restaurar a qualidade do ensino da unidade.

E quem pensa que fazer a qualidade do ensino da escola subir foi fácil, está enganado. A diretora contou para o TEMPO NOVO que foi necessário muito trabalho. Juntamente com sua equipe, Margareth conseguiu tirar a escola de 266° posição (2,1 pontos) para 202° posição (3,8 pontos) das escolas estaduais.

“Em 2018 assumimos a gestão da EEEFM Jacaraípe com o desafio de transformar essa realidade, apesar de várias histórias de sucesso terem sido construídas ao longo da vida dessa escola.  Nesse contexto a escola encontrava-se entre as 23 com os índices mais baixos no IDEB, atendendo aproximadamente 1.800 estudantes, oriundos de mais ou menos 23 bairros, com índices de criminalidade, tráfico de drogas e ainda por construir uma identidade”, explicou a diretora.

Margareth ainda disse que além da preocupação com as notas e o aprendizado dos alunos, a unidade realizou diversas atividades culturais, esportivas, recreativas e acompanhamento dos estudantes que estão abaixo do rendimento.

“Muito trabalho precisava ser feito. Tivemos como principal meta o foco na aprendizagem. O reforço escolar, atividades e o acompanhamento dos estudantes que estão abaixo do rendimento, são de total importância para que possamos alcançar melhores resultados de aprendizagem”, contou a diretora.

Como fruto desse esforço, a escola alcançou em 2018 um melhor desempenho, saindo de 2,1 em 2017 para 3,4 na nota do IDEB. “Crescemos! E isso nos deixa muito feliz! Mas sabemos que muito ainda precisa ser feito. E trabalhamos sempre por que acreditamos e lutamos por uma educação cada vez melhor. Nossos estudantes merecem”, destaca a profissional emocionada.

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Jacaraípe fica localizada na ruaGuacyra, em Jardim Atlântico.

Comentários

Mais notícias

Novo condomínio na Serra vai gerar 200 empregos e R$ 20 milhões em investimento

Mesmo com a crise econômica gerada pela pandemia da covid-19  a construtora Morar mantém os planos de lançar um novo empreendimento na cidade. Trata-se...

Foragido há cinco anos de Minas Gerais é preso na Serra pela Polícia Federal

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (4) na região de Balneário Carapebus, na Serra, indivíduo acusado de chefiar associação para o tráfico...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!