• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
25.4 C
Serra
quinta-feira, 13 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
Agravamento da pandemia:

Em apenas 24 horas, Serra perde mais 11 moradores para o coronavírus e atinge 967 óbitos

Leia também

Festival apresenta 12 atrações musicais capixabas de diferentes estilos e linguagens

Doze atrações musicais capixabas com performances que entregam grito por diversidade e liberdade. E mais: dança, rock, fala, hip...

De mochilão e bicicleta, amigos vem pedalando da Argentina para conhecer belezas da Serra

Imagine conhecer o litoral brasileiro dando muitas pedaladas? Uma aventura e tanto, não é? Em busca da liberdade e...

Com investimento de mais de R$ 2 milhões, Fapes abre inscrições para bolsistas

Um investimento de R$ 2,1 milhões será destinado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Cidade já possui 743 pessoas mortas pelo coronavírus. Foto: Gabriel Almeida | Jornal Tempo Novo

Um dado estarrecedor do pico da pandemia causada pelo coronavírus – em maio de 2020– voltou a assombrar os moradores da Serra nesta semana. Trata-se do aumento expressivo no número diário de óbitos causados por complicações da Covid-19. Somente nas últimas 24 horas, a cidade registrou 11 vítimas fatais – todos moradores do município. Essa situação relembra o mês de maio do ano passado, quando pela primeira vez, o município chegava a essa triste marca.

Segundo os dados mais recentes publicados no Painel Covid-19, a Serra já registra, no total, 50.690 pessoas que foram infectadas, 967 mortes e 48.401 moradores considerados recuperados da doença. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, existem outros 39.004 moradores do município que podem estar infectados pelo coronavírus. No momento, eles aguardam o resultado dos testes já realizados.

A Serra é a segunda cidade com mais óbitos e maior número de pessoas contaminadas no ES, ficando atrás de Vila Velha. Conforme já informado pelo TEMPO NOVO, os dados parecem não preocupar alguns serranos, que mesmo na pandemia, estão causando aglomerações em bares, praias e outros espaços públicos.

Durante os fins de semana, a situação piora e cenas de superlotação de diversos ambientes acontecem ainda mais. Os órgãos competentes afirmam monitorar essas situações, mas declaram que o intuito é educativo e não para aplicar penalidades.

Os bairros da Serra com o maior número de óbitos são: Bairro das Laranjeiras (43), Feu Rosa (41), Cidade Continental (37), Barcelona (32), Vila Nova de Colares (29), Nova Carapina (27), Eldorado (26), José de Anchieta I (26), Carapina Grande (25) e Planalto Serrano (25).

Das mortes na cidade, a grande parte é de idosos ou pessoas com comorbidades, mas também houve registro de moradores mais jovens, com 32 e 43 anos. Nesse caso, sem informações sobre comorbidades.

Colina de Laranjeiras é o bairro com maior número de casos confirmados de coronavírus na Serra e já tem 2.239 confirmações. Em segundo lugar vem Feu Rosa com 1.942. Ainda conforme apurado pelo TEMPO NOVO, no Painel Covid-19 – espaço onde o Estado contabiliza os dados do novo coronavírus – o Espírito Santo tem, no total, 406.941 confirmações, 8.310 mortes e 376.447 curados.

Os dados são referentes à última atualização divulgada pela Secretaria de Saúde na tarde desta terça-feira (13), às 16h55.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!