26.7 C
Serra
sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Em 4 meses, Covid já matou 35% mais do que assassinatos em 2 anos na Serra

Leia também

Serra registra 131 novos casos de Covid-19 em 24 horas

Serra registrou 131 novos casos de pessoas contaminadas com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo dados do...

Em perseguição na Abdo Saad, em Jacaraípe, polícia recupera moto roubada

Na noite da última quinta-feira (24), policiais militares que faziam ronda recuperaram uma  moto roubada, Honda - modelo CG...

Prefeitura vai entregar obras do Hospital Materno Infantil neste sábado (26)

As obras do Hospital Materno Infantil Drª Maria da Glória Merçom Vieira Cardoso serão entregues neste sábado (26), às...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Coveiros com proteção especial no cemitério de São Domingos, região da Serra Sede. Vala gigante foi aberta no local. Foto: Divulgação/Prefeitura da Serra

Sendo uma das cidades com o maior índice de violência no Espírito Santo, a Serra também está registrando uma triste marca no ranking de vítimas fatais causadas pela pandemia do coronavírus. E esses dados devem ficar cravados na história do município. Em apenas quatro meses, a Covid-19 já matou 35% mais do que a soma dos assassinatos ocorridos em dois anos na cidade. No total, já são 440 óbitos, 11.251 casos confirmados e 9.790 considerados recuperados do vírus.

A reportagem apurou junto a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), que nos últimos dois anos – 2019 e 2018 – foram 324 homicídios registrados na Serra. Já com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), foi apurado que em quatro meses, o município registrou 440 mortos por complicações do coronavírus. Somando esses dados, chegamos à conclusão que a pandemia já matou 35% mais do que a bandidagem da cidade.

Vale destacar que a Serra sempre teve altos índices de violência. Nos últimos anos, a cidade  ocupou o primeiro ou segundo lugar de cidade que mais registrou homicídios no Espírito Santo, mesmo apresentando uma redução significativa. Durante este período da Covid-19, desde o início, a Serra também foi o município capixaba líder de óbitos e agora também está como a terceira cidade com mais casos confirmados.

Com menos da metade da população respeitando as medidas de isolamento social em meio à pandemia causada pelo coronavírus, a Serra já registrou mais de 11 mil casos confirmados e 440 óbitos causados pela Covid-19. Vale destacar que o município vem sofrendo uma redução também no índice de isolamento social. Pelas ruas da cidade, o fluxo de pessoas é grande, principalmente nos dias de semana – quando o comércio está aberto.

Nos transportes públicos, a situação também é complicada, principalmente nos horários de picos quando os ônibus já estão saindo cheios dos terminais. A média da Serra no índice é 43,90%. Isso significa que menos da metade da população serrana está respeitando as orientações de isolamento social. Já a taxa de letalidade da Covid-19 na Serra é de 3,09%.

Apesar dos números serem tristes e preocupantes, segundo o Governo do Estado e um estudo feito por pesquisadores de São Paulo, o município vem demonstrando certa desaceleração nas confirmações diárias.

Isso não significa que a cidade parou de ter mortes por coronavírus, mas sim que em comparação aos meses anteriores, a Serra registra menos casos por dia. Mesmo assim, as medidas de segurança para conter o avanço do vírus continuam sendo extremamente necessárias, como o uso de máscara e o distanciamento social. Vale destacar que o município também é o terceiro com mais infectados no ES.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Em perseguição na Abdo Saad, em Jacaraípe, polícia recupera moto roubada

Na noite da última quinta-feira (24), policiais militares que faziam ronda recuperaram uma  moto roubada, Honda - modelo CG Titan de cor azul. A ação...

Prefeitura vai entregar obras do Hospital Materno Infantil neste sábado (26)

As obras do Hospital Materno Infantil Drª Maria da Glória Merçom Vieira Cardoso serão entregues neste sábado (26), às 9h30, em Colina de Laranjeiras....

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!