26.7 C
Serra
sexta-feira, 25 de setembro de 2020

EDP vai ter que indenizar moradora da Serra em R$ 4 mil por ter aplicado multa irregular

Leia também

Serra registra 131 novos casos de Covid-19 em 24 horas

Serra registrou 131 novos casos de pessoas contaminadas com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo dados do...

Em perseguição na Abdo Saad, em Jacaraípe, polícia recupera moto roubada

Na noite da última quinta-feira (24), policiais militares que faziam ronda recuperaram uma  moto roubada, Honda - modelo CG...

Prefeitura vai entregar obras do Hospital Materno Infantil neste sábado (26)

As obras do Hospital Materno Infantil Drª Maria da Glória Merçom Vieira Cardoso serão entregues neste sábado (26), às...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Vandinho está a frente dos trabalhos da Assembleia Legislativa que investigam irregularidades/fraudes na conta de luz. Foto: Divulgação

No inicio de junho, a Justiça condenou a EDP Escelsa a pagar indenização por danos morais em favor da moradora da Serra. Isso porque ela foi multada de forma irregular pela empresa no valor de R$ 5 mil – e ainda teve sua energia elétrica cortada. Apesar do processo ser público, a reportagem decidiu não citar o nome da consumidora, para evitar exposição.

Essa é mais uma decisão de um montante de processos ajuizados contra a EDP, que questionam a legalidade das aplicações de multas realizadas pela concessionária.

Os processos advêm do Procon da Assembleia Legislativa, e têm sido encaminhados pelo deputado estadual, Vandinho Leite (PSDB), que denunciou a existência de uma “máfia de multas” da empresa. Após a ação do Procon, a consumidora foi orientada a ingressar com uma ação na Justiça.

O fato ocorreu em janeiro desse ano, quando a EDP aplicou a multa de R$ 5 mil argumentando que a consumidora teria realizado um “desvio de energia”, popularmente conhecido como ‘gato’. E em seguida cortou seu fornecimento de energia elétrica.

Assinado pela Juíza Fabiola Casagrande Simões, a sentença determina o cancelamento da multa e o pagamento de indenização no valor de R$ 4 mil contra a EDP, por danos morais, apontando violação da “dignidade mínima”. Essa sentença já é de segundo grau.

O juiz entendeu que a empresa conduziu a investigação – que acarretou na multa, de forma arbitrária, sem dar direito de defesa, além disso, citou a falta de evidências que sustente a aplicação da suposta irregularidade.

“É uma verdadeira máfia das multas; a EDP faz o que quer, sem garantir aos consumidores o direito de defesa, sem apresentar nenhuma evidência de que houve de fato uma irregularidade. Até estuprador tem direito de defesa, porque um consumidor honesto e pagador de imposto não teria? Não vamos aceitar, já ajuizamos dezenas de processos e estamos ganhando todos; agora a Justiça já em segunda instância mandou a EDP indenizar a vítima”, dispara Vandinho.

O parlamentar argumenta que “desvio de energia” é crime, e “em casos reais” a EDP deveria acionar a polícia, mas não faz, “por saber que a multa é irregular”. “O chamado ‘gato’ é crime, e a EDP tem que acionar a polícia. Agora eu pergunto, por que não faz? Exatamente porque a multa aplicada é irregular, e a polícia civil, durante a investigação, poderia identificar esse ‘erro’ e acabar enquadrando a EDP”, diz Vandinho.

Já a EDP foi procurada e até o fechamento da reportagem não se pronunciou.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Em perseguição na Abdo Saad, em Jacaraípe, polícia recupera moto roubada

Na noite da última quinta-feira (24), policiais militares que faziam ronda recuperaram uma  moto roubada, Honda - modelo CG Titan de cor azul. A ação...

Prefeitura vai entregar obras do Hospital Materno Infantil neste sábado (26)

As obras do Hospital Materno Infantil Drª Maria da Glória Merçom Vieira Cardoso serão entregues neste sábado (26), às 9h30, em Colina de Laranjeiras....

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!