25.7 C
Serra
terça-feira, 30 novembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Eco101 vai ganhar Contorno do Mestre Álvaro e diz não ter prazo para duplicar BR na Serra

Leia também

Direitos Humanos | Serra vai ter mutirão para retificação de gênero e de nomes de pessoas trans

No dia 10 de dezembro se comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos.  E na Serra vai ter uma...

Prefeitura vai reforçar iluminação em bairros da Serra com extensões de rede

A Prefeitura da Serra, através da Secretaria de Serviços (Sese), anunciou que sete bairros da Serra vão ganhar reforço...

ES terá audiências públicas para mostrar diagnóstico de ações para reduzir riscos de inundações

Ao longo dos meses de dezembro deste ano e janeiro de 2022, o Governo do Estado, discutirá a macrodrenagem...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Obra do Contorno do Mestre Álvaro em março deste ano. Foto: Bruno Lyra – 01/03/2021

Faltando aproximadamente um ano para a conclusão das obras do Contorno do Mestre Álvaro, prazo dado pelo Governo Bolsonaro – responsável pela construção – a concessionária Eco101, que tem a concessão da rodovia BR 101, desde maio de 2013, anunciou, mas sem previsão de início para os trabalhos, a duplicação do trecho da rodovia que vai da Serra a João Neiva.

De acordo com a nota enviada pela empresa ao Tempo Novo, a Ecio101 informou no final da tarde de segunda-feira (18), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) disponibilizou as guias relativas às taxas necessárias para a obtenção da Licença Prévia, etapa que antecede a Licença de Instalação, que efetivamente autoriza o início das obras.

A Concessionária disse ainda que irá efetuar o pagamento destas taxas dentro do prazo estipulado pelo órgão ambiental para ter acesso à Licença Prévia e suas condicionantes.

Informações apuradas pela reportagem dão conta de que as taxas giram em torno de R$ 150 mil para se ter acesso à licença prévia.

A duplicação começaria pelo trecho no Norte, entre trevo de acesso à BR 259 (Km 203+700) em João Neiva, até o entroncamento do Contorno do Mestre Álvaro (km 247+500) na Serra.

“Em posse desta licença a concessionária poderá desenvolver os programas ambientais e aprimorar os projetos para obtenção da Licença de Instalação, que permitirá a realização das obras”.

A Eco101 esclareceu que o processo de Licenciamento Ambiental é feito por etapas. “E essa é a primeira fase, na qual o Ibama atestou a viabilidade ambiental para a duplicação do trecho de Serra a João Neiva (restante do Trecho Norte permanece em discussão de viabilidade) e apresentou as exigências técnicas a serem atendidas pela Eco101 e submetidas à análise do órgão ambiental como: a elaboração de programas ambientais e também aprimoramentos nos projetos feitos pela concessionária”.

De acordo com a nota, somente após a aprovação pelo Ibama dos programas ambientais e dos projetos detalhados, o órgão emitirá a Licença de Instalação (LI), documento que, junto às autorizações de supressão vegetal e de manejo de fauna, autorizam o início das obras por segmentos na rodovia.

“A Eco101 reafirma seu total interesse com a evolução do processo e já está com as equipes ambientais mobilizadas para atender as condicionantes e possíveis diretrizes estabelecidas pelo órgão ambiental, visando alinhamento técnico e maior celeridade das próximas etapas”, finalizou a nota.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!