• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 63.562 casos
  • 1.352 mortes
  • 61.622 curados
20.7 C
Serra
sábado, 12 junho - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 63.562 casos
  • 1.352 mortes
  • 61.622 curados

Depois de encostar em fio de energia elétrica menino é socorrido e terá que fazer cirurgia

Leia também

Ministro de Bolsonaro cita a Serra e divulga vídeo da obra do Contorno do Mestre Álvaro

Na última sexta-feira (11) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas publicou um vídeo em suas redes sociais,...

Atenção: Serra ainda tem vagas para vacinas de Covid (1° e 2° dose) e Influenza

A Prefeitura Municipal da Serra, por meio da secretaria de Saúde, informa que das vagas abertas nesta sexta-feira (11),...

Serra retoma aulas presenciais para 14 mil alunos do 6º ao 9º ano e EJA

  As atividades para os alunos da rede municipal de educação da Serra que estão cursando entre o 6º e...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

O menino foi socorrido e levado a Upa de Carapina e transferido em seguida para o Hospital Infantil, em Vitória. Foto: Arquivo TN

Um garoto teve graves queimaduras após encostar em um fio eletrocutado que estava caído numa calçada em Vila Nova de Colares, na Serra na última quinta-feira (3). O menino de apenas oito anos teve que ser hospitalizado por conta do ocorrido.

Segundo relatos de conhecidos, o menino foi brincar com os amigos, sentou na calçada e colocou a mão em cima do fio que estava descascado, no chão, mas ligado à rede elétrica. De acordo com testemunhas, ele chegou a ficar agarrado ao fio.

O menino foi socorrido e levado a Upa de Carapina e transferido em seguida para o Hospital Infantil, em Vitória.

A criança passará por uma cirurgia nesta sexta-feira (4), pois teve queimaduras graves na mãos e apresentou arritmia cardíaca.

O TEMPO NOVO procurou a EDP que disse que o referido cabo não pertence à EDP e tratava-se de uma fiação clandestina ligada à rede à revelia da Distribuidora. Tão logo soube da ocorrência, uma equipe da Distribuidora esteve no local e isolou a fiação eliminando riscos.

A Companhia reforça que a população nunca deve se aproximar de fios caídos no solo. Além disso, alerta que o furto de energia pode provoca sobrecarga na rede elétrica com prejuízo para a população, que sofre com a interrupção do fornecimento do sistema para suas residências e vias públicas e, também, acidentes, pois os cabos da rede elétrica, na maioria dos casos, estão ligados nas “redes vivas”, ou seja, com energia sendo transmitida.

A EDP informa que somente profissionais autorizados pela Empresa podem intervir na rede elétrica.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!