26.7 C
Serra
sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Coronavírus: veja como denunciar aglomerações e festas irregulares na Serra

Leia também

Em perseguição na Abdo Saad, em Jacaraípe, polícia recupera moto roubada

Na noite da última quinta-feira (24), policiais militares que faziam ronda recuperaram uma  moto roubada, Honda - modelo CG...

Prefeitura vai entregar obras do Hospital Materno Infantil neste sábado (26)

As obras do Hospital Materno Infantil Drª Maria da Glória Merçom Vieira Cardoso serão entregues neste sábado (26), às...

Comerciantes de Pitanga se unem e fazem campanha para movimentar comércio do bairro

Comerciantes de Pitanga se uniram e estão fazendo uma campanha para movimentar a economia do bairro. Pensando em atrair...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Fotografia feita em Jacaraípe no último domingo (09). Foto: Ana Paula Bonelli

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, muitas pessoas ainda insistem em causar aglomerações e desrespeitar as determinações para evitar o avanço da Covid-19. Neste fim de semana, por exemplo, a Serra registrou cenas de praias lotadas e bares com música ao vivo, além de algumas outras aglomerações ocorridas em comunidades. Mas neste caso, como denunciar e com quem a população deve entrar em contato?

Ao TEMPO NOVO, a Prefeitura da Serra afirmou que os casos de aglomerações devem ser denunciados pelo telefone 190, da PM, que funciona 24h por dia. Além disso, a prefeitura recebe denúncias pela Ouvidoria. O funcionamento é das 8 às 17 horas. A denúncia é sigilosa e pode ser feita pelos telefones: 162, 3291-2011 e 0800 283 9780. A população também pode fazer uso dos serviços da Ouvidoria no site (clique aqui para acessar).

Ainda segundo o Município, todas as denúncias de aglomeração ou comércio irregular são registradas na Ouvidoria e encaminhadas à Secretaria de Defesa Social (Sedes), para realizar a ação de fiscalização. “A Sedes coordena os trabalhos das equipes de fiscalização da prefeitura em conjunto com as demais secretarias e a Polícia Militar”, afirmou a Prefeitura da Serra em nota encaminhada para a reportagem.

Conforme noticiado na tarde desta segunda-feira (10), mesmo em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, muitas praias da Serra ficaram lotadas durante este fim de semana. O pior de tudo é que nem ao ar livre as pessoas estavam respeitando o distanciamento social, medida essa que é extremamente necessária para evitar o avanço da Covid-19. Na cidade, já são 11.701 casos confirmados, 443 moradores mortos e 10.479 pacientes curados.

O fim de semana também foi de muitos bares com música ao vivo na cidade. Conforme noticiado, mesmo sendo proibido o funcionamento, bares e lanchonetes estão promovendo eventos durante os fins de semana e também causando aglomerações em ambientes fechados. As principais denúncias recebidas pela reportagem foram de moradores de Parque Residencial Laranjeiras, Porto Canoa e Colina de Laranjeiras.

O TEMPO NOVO acionou a Prefeitura da Serra para saber se ainda estão sendo feitas fiscalizações em praias da cidade, com acontecia no início, onde os banhistas eram orientados a se retirar dos balneários. Segundo uma nota enviada, o Município segue as orientações do Governo do Estado. Também orienta a população a usar máscaras, manter o distanciamento social e evitar aglomerações.

Informou ainda que a Prefeitura realiza ações preventivas, como distribuição de máscaras para a população. Inclusive, no último sábado (8) a Guarda Municipal mediu temperatura e entregou máscaras nas praias de Carapebus, Bicanga, Manguinhos, Jacaraípe e Nova Almeida.

Já sobre os bares, na semana passada a Prefeitura emitiu uma nota informando que o funcionamento ainda continua proibido. “Atualmente o funcionamento de bares, restaurantes e lanchonetes para atendimento presencial, de acordo com decreto estadual, continua vetado no Município da Serra, sendo permitida a abertura de lanchonetes e restaurantes para vendas na modalidade ‘delivery’ ou com entrega no local”.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Prefeitura vai entregar obras do Hospital Materno Infantil neste sábado (26)

As obras do Hospital Materno Infantil Drª Maria da Glória Merçom Vieira Cardoso serão entregues neste sábado (26), às 9h30, em Colina de Laranjeiras....

Comerciantes de Pitanga se unem e fazem campanha para movimentar comércio do bairro

Comerciantes de Pitanga se uniram e estão fazendo uma campanha para movimentar a economia do bairro. Pensando em atrair mais consumidores, um grupo está...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!