25.8 C
Serra
sexta-feira, 03 de abril de 2020

Defesa Civil não confirma, mas diz que vai apurar se turfa está em chamas

Leia também

Serra tem 23 casos confirmados de coronavírus, diz Secretaria da Saúde

A Serra registrou mais um caso confirmado do novo coronavírus. De acordo com a última atualização publicada pela Secretaria...

Casagrande anuncia que comércio vai ficar fechado até 12 de abril

Os comércios classificados como não essenciais vão continuar de portas fechadas até o próximo dia 12 de abril. Durante...

Materiais de construção, serviços automotivos e lojas de chocolate poderão funcionar

A partir desta segunda-feira (6), estarão liberados para funcionar as lojas de material de construção e serviços automotivos no...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Combate a turfa foi intenso em 2016. Foto: Arquivo Tempo Novo

A Defesa Civil da Serra disse que vai enviar uma equipe para verificar se existe algum incêndio na área de turfa da Serra. Nesta semana, moradores começaram a reclamar sobre um forte cheiro de fumaça em vários bairros da cidade. A população afirma que o odor é muito parecido com o que era causado pelas queimadas nas turfas, que acontecem nas baixadas do Mestre Álvaro.

Para o TEMPO NOVO, o coordenador da Defesa Civil municipal, Coronel Antônio Carlos Coutinho, disse que ainda não foi confirmado nenhum incêndio na área de turfa, que fica nas proximidades do Mestre Álvaro.

Segundo Coutinho, órgão irá até o local fazer uma vistoria e apurar a reclamação dos populares. “Não temos confirmação de turfa queimando na Serra. Mas nós iremos ir até o local em breve e apurar essas reclamações”, afirmou.

+ De novo: moradores da Serra reclamam de fumaça de turfa 
+ Corpo de Bombeiros diz que turfa não está pegando fogo na Serra

O TEMPO NOVO recebeu relatos de moradores de diferentes bairros da Serra. Alguns deles são: Jardim Limoeiro, Laranjeiras Velha, Serra Dourada, Cidade Continental e até nas regiões de praias, como Portal de Jacaraípe e Balneário de Carapebus.

Os moradores afirmaram que a fumaça está incomodando e muito a população. Fabiana Cole, de Valparaíso, é uma das que está sofrendo com a fumaça. “Eu senti o cheiro muito forte junto com um calor danado em Valparaíso”, reclama.

Douglas Rodrigues, morador de Morada de Laranjeiras está sentindo o cheiro da fumaça em sua comunidade há dois dias. “Em Morada de Laranjeiras também já veio cheiro”, relata o popular. Situação parecida acontece no bairro do morador Beto Santos. “Bastante fumaça na região de Portal Jacaraípe”, disse.

De José de Anchieta II, Margarida Couto também está ficando incomodada com a fumaça. “Comecei a sentir no inicio da semana e logo pensei que podia ser a turfa. O cheiro é muito parecido. Deus queira que não seja, porque já sofremos muito com isso nos últimos anos e não quero passar mal novamente por causa de fumaça”, disse.

O que diz o Corpo de Bombeiros

O tenente-coronel do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo, Carlos Wagner Borges, afirmou que não existe nenhum incêndio na área de turfa da Serra. “No município da Serra hoje só existe um incêndio num terreno baldio na localidade de Bicanga. E não há nenhuma outra entrada de queimada nesse sentido não”, disse.

Sobre a turfa

O incêndio na turfa é difícil de combater. O solo de turfa é formado por vegetação em decomposição e normalmente fica molhado por se tratar de área brejosa. Mas com a falta de chuva resseca e fica sujeito à combustão, que no caso do entorno do Mestre Álvaro é deflagrada após incêndios, intencionais ou não, na vegetação da superfície ou mesmo em resíduos sólidos descartados de forma irregular.

A combustão na turfa ocorre debaixo da terra e emite muito enxofre, o que agrava problemas respiratórios da população. Os incêndios na turfa viraram problema de saúde pública durante a superseca que atingiu o ES entre 2015 e 2016.

Comentários

Mais notícias

Casagrande anuncia que comércio vai ficar fechado até 12 de abril

Os comércios classificados como não essenciais vão continuar de portas fechadas até o próximo dia 12 de abril. Durante uma coletiva de imprensa realizada...

Materiais de construção, serviços automotivos e lojas de chocolate poderão funcionar

A partir desta segunda-feira (6), estarão liberados para funcionar as lojas de material de construção e serviços automotivos no horário das 10 às 16...

ES registra segunda morte por coronavírus, diz Casagrande

O Espírito Santo registrou a segunda morte causada pelo novo coronavírus. A informação foi dada pelo governador Renato Casagrande (PSB) durante uma coletiva de...

Covid-19 | Espírito Santo vai receber mais de 9 mil testes rápidos

O Ministério da Saúde iniciou, na quarta-feira (1º), a distribuição dos 500 mil testes rápidos para diagnóstico de coronavírus (Covid-19) no país. Os testes...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem