21 C
Serra
terça-feira, 20 de outubro de 2020

Custo de R$ 100 mil por jogo tira Capixabão do Kléber Andrade

Leia também

Vidigal promete vigiar poluição do ar, ampliar reservas ambientais e revisar PPP do esgoto

Com a bagagem de já ter sido prefeito três vezes da Serra Sérgio Vidigal (PDT) volta a disputar o...

Com 133 casos em nove meses, assassinatos crescem 30% na Serra  

A violência não dá trégua na Serra. Entre janeiro e setembro, 133 pessoas foram assassinadas na cidade, numero 30%...

Time de Colina de Laranjeiras é o campeão do Brasileiro da Serra

O Colina Futebol Clube é o atual campeão Brasileiro da Serra. Criado em 2017, time de futebol amador tem...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal.

No último dia 27 a Seleção Olímpica goleou o Paraguai por 4 x 1 no estádio. Foto: Thiago Albuquerque
No último dia 27 a Seleção Olímpica goleou o Paraguai por 4 x 1 no estádio. Foto: Thiago Albuquerque

Por Bruno Lyra e Thiago Albuquerque

A reconstrução do novo estádio Kléber Andrade já custou R$ 180 milhões ao contribuinte capixaba, mas até hoje o local não recebeu nenhuma partida Capixabão 2015. E não é por falta de vontade. Antigo dono da casa, o Rio Branco já pediu ao Governo Estadual – que agora é o proprietário do ‘Klebão’, permissão para atuar no estádio.

O problema é o alto custo. Segundo o coordenador técnico do Capa-preta, Gilberto Santos, a despesa para mandar uma partida do estádio ultrapassaria R$100 mil

“Temos vontade de jogar lá, mas não temos condições de pagar esse valor tão alto que está sendo pedido como custo do estádio por jogo é inviável para a realidade do futebol capixaba”, conta Gilberto.

Gilberto acrescentou que o clube mandante também acionar a Polícia Militar e os Bombeiros por conta própria –  o que também gera custos. O Kléber Andrade tem capacidade para pouco mais de 21 mil torcedores.

Caro

Para se ter uma ideia da dificuldade, no jogo de maior pulico desta edição do Capixabão, um Desportiva x Rio Branco no último dia 1º de abril teve R$ 66,8 mil de renda para 4.737 pagantes (5.687 presentes).

Através da assessoria de imprensa, a Secretaria de Estado de Esportes (Sesport) não comentou os custos para utilização do estádio. Disse apenas está preparando um edital de credenciamento de eventos para que os interessados em realizar algum evento ou jogo no estádio possam se cadastrar.

E acrescentou os pedidos de utilização de uso do Kleber Andrade podem ser feitos pessoalmente. Os interessados devem protocolar a solicitação na própria sede da secretaria, no endereço rua Coronel Schuab Filho, s/n,  Bento Ferreira, Vitória.
Clássico no aperto

Enquanto o Kléber Andrade não é utilizado, neste sábado (18) acontece novamente pelo Capixabão maior clássico de nosso futebol: Rio Branco x Desportiva. O jogo será no

Neste sábado Rio Branco x Desportiva voltam a se enfrentar no Araripe. No último confronto, no dia 1º de abril, a torcida capixaba lotou o estádio. Foto: Bruno Lyra
Neste sábado Rio Branco x Desportiva voltam a se enfrentar no Araripe. No último clássico a torcida capixaba encheu o estádio. Foto: Bruno Lyra

Engenheiro Araripe às 16h e só há 7 mil ingressos à venda, já que o estádio teve sua capacidade reduzida nos últimos anos. A expectativa é de lotação máxima.

O Kleber Andrade chegou a receber o Rio Branco em três ocasiões o ano passado: num amistoso de inauguração e em dois jogos pela Copa ES, incluindo um deles contra o Grêmio Esportivo Laranjeiras (Gel), partidas que tiveram boa presença de público.

Mas até hoje apenas dois eventos lotaram o ‘Klebão’ desde a reconstrução. O jogo da Seleção Olímpica Brasileira e a apresentação do eterno beatle Paul McCartney.

Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Com 133 casos em nove meses, assassinatos crescem 30% na Serra  

A violência não dá trégua na Serra. Entre janeiro e setembro, 133 pessoas foram assassinadas na cidade, numero 30% maior que no mesmo período...

Time de Colina de Laranjeiras é o campeão do Brasileiro da Serra

O Colina Futebol Clube é o atual campeão Brasileiro da Serra. Criado em 2017, time de futebol amador tem três anos de história, mas...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!