22.9 C
Serra
terça-feira, 02 de junho de 2020

Corretor da Serra é campeão brasileiro em venda de imóveis

Leia também

Assaltos a mão armada em Chácara Parreiral assusta moradores

  Moradores de Chácara Parreiral reclamam da quantidade de assaltos que tem acontecido no bairro. Segundo eles, roubos e assaltos a...

Visitas seguem suspensas nas unidades prisionais no mês de junho

A Secretaria da Justiça (Sejus) decidiu manter a suspensão das visitas em todas as unidades prisionais do Estado durante...

Mais de 1.300 moradores da Serra já se curaram da Covid-19

A Serra é a cidade que mais tem casos confirmados da Covid-19 e também lidera o número de mortes...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

 

Allan vendeu 65 imóveis e movimentou R$ 13 milhões em negócios em um ano. Foto: Edson Reis
Allan vendeu 65 imóveis e movimentou R$ 13 milhões em negócios em um ano. Foto: Edson Reis 

Por Clarice Poltronieri

O mercado imobiliário é um dos mais atingidos pela crise que castiga o país. Mas nem isso foi empecilho para o corretor de imóveis Allan Batista, 38, morador de Valparaíso. Ele foi o único capixaba na premiação nacional que avalia os corretores de imóveis do Brasil. Allan ganhou o Prêmio Corretor do Ano na categoria de Vendas de Imóveis Usados Interior, por ter sido o campeão de vendas desse produto fora das capitais dos estados.

A premiação aconteceu no dia 14 de setembro, no VII Encontro Brasileiro de Corretores de Imóveis, em Curitiba, de iniciativa do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Confeci). Para ser considerado o melhor do Brasil em sua categoria, foram avaliados quantidade de vendas avulsas e qualidade, cuja nota foi determinada pelo índice de satisfação do comprador do imóvel.

Com pouco mais de três anos como corretor imobiliário, Allan disse que vendeu cerca de 65 imóveis, entre novos e usados, no período de setembro a setembro, entre 2014 e 2015. Foram fechados negócios em torno de 13 milhões, segundo o corretor. “Como vendedor sou novato, tenho menos de quatro anos. Mas já trabalhava na área, como executivo em portais imobiliários”, conta.

Destas vendas, Alan aponta que 92% ocorreram dentro do município da Serra, mas ele precisou de estratégia para despontar, devido ao período de crise. “Andei na contramão das demais imobiliárias. Enquanto todos diminuíam os investimentos nas mídias de comunicação, apostei no trabalho de divulgação”, frisa.

Sobre o momento, ele afirma que há uma queda nas vendas. “Muito desse resultado foi até abril deste ano. De lá para cá, houve uma queda nas vendas muito grande. Foram três aumentos de juros para financiamento habitacional só neste ano, o que aumentou o fluxo de locação em detrimento das vendas”, explica.

 

Comentários

Mais notícias

Visitas seguem suspensas nas unidades prisionais no mês de junho

A Secretaria da Justiça (Sejus) decidiu manter a suspensão das visitas em todas as unidades prisionais do Estado durante o mês de junho. A...

Mais de 1.300 moradores da Serra já se curaram da Covid-19

A Serra é a cidade que mais tem casos confirmados da Covid-19 e também lidera o número de mortes no Espírito Santo. Até a...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!