• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
25.4 C
Serra
quinta-feira, 13 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
Agravamento da pandemia:

Coronavírus avança e Serra volta a ser a cidade com o maior número de infectados no ES

Leia também

Lixão em Novo Porto Canoa tira sono de moradores que pedem providência

Um imenso lixão está se formando na Avenida Amazonas, em Novo Porto Canoa, no terreno que fica em frente...

Festival apresenta 12 atrações musicais capixabas de diferentes estilos e linguagens

Doze atrações musicais capixabas com performances que entregam grito por diversidade e liberdade. E mais: dança, rock, fala, hip...

De mochilão e bicicleta, amigos vem pedalando da Argentina para conhecer belezas da Serra

Imagine conhecer o litoral brasileiro dando muitas pedaladas? Uma aventura e tanto, não é? Em busca da liberdade e...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Cidade vive seu pior momento da pandemia de coronavírus. Foto: Divulgação

Enquanto vive seu pior momento desde o início da pandemia causada pelo coronavírus, a Serra voltou a ser a cidade com o maior número de moradores acometidos pela Covid-19 no Espírito Santo. A informação foi obtida através da última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) na noite desta segunda-feira (13). Até o momento, já foram 50.377 pessoas que residem no município e foram contaminadas.

Segundo os dados mais recentes publicados no Painel Covid-19, além dos mais de 50 mil casos confirmados, a Serra também possui 956 mortes e 48.328 moradores considerados recuperados da doença. O TEMPO NOVO apurou que a cidade se manteve no segundo lugar do triste ranking de municípios capixabas com mais mortes, ficando atrás apenas de Vila Velha.

Mesmo sendo a maior cidade do Espírito Santo, há muitos meses, a Serra não liderava o número de infectados, que anteriormente também estava ocupado por Vila Velha. Entretanto, nos dois últimos meses, a situação voltou a se complicar dentro do território serrano, assim como em muitas outras cidades brasileiras.

A presença de mutações do coronavírus – novas variantes – e o aumento da ocupação de leitos acendeu alerta no Governo do Estado, que decretou quarentena e proibiu o funcionamento de comércio e ônibus – prazo de validade das medidas já expirado. Atualmente, estabelecimentos comerciais não essenciais podem funcionar somente de quarta a sexta, já o sistema Transcol foi autorizado nos dias úteis da semana.

Os bairros da Serra com o maior número de óbitos são: Bairro das Laranjeiras (42), Feu Rosa (41), Cidade Continental (37), Barcelona (32), Vila Nova de Colares (29), Nova Carapina (27), Eldorado (26), José de Anchieta I (25) e Planalto Serrano (25).

Das mortes na cidade, a grande parte é de idosos ou pessoas com comorbidades, mas também houve registro de moradores mais jovens, com 32 e 43 anos. Nesse caso, sem informações sobre comorbidades.

Colina de Laranjeiras é o bairro com maior número de casos confirmados de coronavírus na Serra e já tem 2.229 confirmações. Em segundo lugar vem Feu Rosa com 1932. Ainda conforme apurado pelo TEMPO NOVO, no Painel Covid-19 – espaço onde o Estado contabiliza os dados do novo coronavírus – o Espírito Santo tem, no total, 405.401 confirmações, 8.216 mortes e 374.490 curados.

Os dados são referentes à última atualização divulgada pela Secretaria de Saúde na noite desta segunda-feira (12).

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!