23.2 C
Serra
segunda-feira, 06 de julho de 2020

Com óleo a cerca de 65 km da Serra, Prefeitura se mobiliza para limpar as praias

Leia também

Projeto garante teste gratuito de coronavírus a doadores de sangue

Tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei versa sobre a inclusão de testes para detecção da Covid-19 em...

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12...

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

O óleo que contamina as praias do Nordeste está a cerca de 65 km da foz do rio Reis Magos. Foto: Divulgação/Agência Brasil

O petróleo contamina a costa brasileira da região Nordeste ao Espírito Santo, onde foi detectado pela primeira vez na última sexta-feira (08). E está cada vez mais perto da Serra. As manchas mais próximas, foram avistadas na praia de Pontal de Ipiranga, em Linhares. Em linha reta, isso dá cerca de 65 km (conforme medição feita no Google Earth) da foz do rio Reis Magos, ponto mais ao norte do litoral do município.

Vale lembrar que, por conta das correntes marinhas, a contaminação está sendo trazida da direção norte para o sul. Além do litoral de três municípios do norte Capixaba onde já foram encontradas manchas – Conceição da Barra, São Mateus e Linhares, a sujeira deve chegar a outras cidades. Há risco até para o litoral do Rio de Janeiro.

Por conta dessa proximidade a Prefeitura da Serra está se mobilizando e preparando um plano de ação, se antecipando à possível chegada do óleo em suas praias. Para atuar de forma preventiva, foi formado um comitê de gestão de crise, composto pelas secretarias de Meio Ambiente (Semma), Serviços (Sese), Saúde (Sesa), Defesa Social (Sedes), Desenvolvimento Econômico (Sedec), Obras (Seob), Desenvolvimento Urbano (Sedur), Agricultura, Agroturismo, Apicultura e Pesca (Seap), Controladoria de Governo (CG) e Comunicação (Secom).

+ Óleo se aproxima da Serra e já foi visto a menos de 70 km do município

O monitoramento ostensivo das praias, rios e lagoas do município já está sendo realizado pela Semma em conjunto com a Defesa Civil. Se for avistado algum material oleoso, ele será recolhido pelas equipes e enviado para análise junto à Marinha, como está previsto no protocolo de limpeza de praias.

Se for constatado que o material é o mesmo que vem contaminando as praias brasileiras, os comitês de gestão de crise estadual e federal serão acionados e as equipes de limpeza da Sese entrarão em ação, realizando o isolamento do local durante os procedimentos e acondicionando o material em recipiente adequado.

A equipe de limpeza já foi devidamente treinada e utilizará equipamentos de segurança para evitar o contato com a substância tóxica. Em treinamento realizado pelo Iema, Ibama e ICMBio na última semana, as equipes foram instruídas a armazenar o óleo encontrado em recipientes de alumínio ou vidro, sempre evitando o plástico.

O material recolhido será encaminhado para uma empresa na Grande Vitória, que dará o devido descarte.

A Prefeitura da Serra também vai disponibilizar à população um número de telefone que funcionará 24 horas por dia para receber denúncias de manchas de óleo no litoral. Os moradores ou turistas que avistarem óleo nas praias podem ligar para (27) 99812-6040. Para comunicar o avistamento de animais com óleo, o público deve ligar para 0800-039-5005.

Entre outras providências, a Semma, responsável pelo comitê, está conversando com empresas especializadas e também acionou a Cesan para tomar as devidas providências em relação ao Rio Reis Magos, que faz captação de água.

 

 

Comentários

Mais notícias

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12 de julho, as 16 horas....

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do acompanhante), que alterou a lei...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!