• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.183 curados
26.1 C
Serra
domingo, 17 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.186 curados

Com 297 novos infectados em 24h, Serra ultrapassa os 24 mil casos de coronavírus

Leia também

ES recebe 1,5 milhão de seringas para vacinação contra a Covid-19

Chegou ao Estado na manhã deste sábado (16), a primeira remessa de 1,5 milhão de seringas que serão utilizadas...

Advogado mata adolescente que tentava assaltar mulher na Serra

Um adolescente foi morto, na tarde desta sexta-feira (15), ao tentar assaltar uma mulher na avenida Talma Rodrigues Ribeiro,...

Prefeitura fiscaliza bares para flagrar aglomeração e conter Covid-19 na Serra

Pensando em conter o avanço do coronavírus e conscientizar a população, a Prefeitura da Serra está intensificando ações de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Cidade possui mais de 24 mil casos confirmados de coronavírus na Serra. Foto: Gabriel Almeida

Sendo a segunda cidade capixaba com o maior número de casos confirmados e mortes causadas pelo coronavírus, a Serra voltou a registrar uma alta no número diário de infectados. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em apenas 24 horas, foram contabilizadas 297 novos casos confirmados e mais um ôntico por Covid-19. Enquanto os números aumentam, aglomerações continuam ocorrendo por todo o município, inclusive em bares, praias e outros locais públicos.

Segundo os dados divulgados pela Sesa, no total, a Serra já possui 24.130 moradores que foram infectados pela doença, 590 mortos e 22.979 pacientes considerados recuperados da Covid-19. Vale lembrar que, nas últimas semanas, o município registrava de uma a três mortes por dia.

Além de ser a segunda cidade com mais óbitos no ES, a Serra também é a segunda com o maior número de pessoas contaminadas, ficando atrás de Vila Velha.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, existem outros 32.568 moradores do município que podem estar infectados pelo coronavírus. No momento, eles aguardam o resultado dos testes já realizados. A taxa de letalidade da doença na cidade é de 2,45%. É importante lembrar que desde o início da pandemia, a Serra sempre esteve entre as cidades mais afetadas pela doença, inclusive chegou a liderar o número de óbitos por várias semanas consecutivas.

Conforme já informado pelo TEMPO NOVO, os dados parecem não preocupar alguns serranos, que mesmo na pandemia, estão causando aglomerações em bares, praias e outros espaços públicos. Durante os fins de semana, a situação piora e cenas de superlotação de diversos ambientes acontecem ainda mais. Muitos moradores cobram ações de fiscalização por parte da Prefeitura da Serra, que afirma monitorar essas situações, mas declara que o intuito é apenas educativo e não para aplicar penalidades.

Vale lembrar que, segundo o Governo do Estado, a atualização de casos confirmados e mortes deste sábado (28) sofreu atraso devido à instabilidade no sistema do Painel Covid-19 ES.

Situação dos bairros da Serra

Os bairros da cidade com o maior número de óbitos são: Bairro das Laranjeiras (30), Feu Rosa (28), Vila Nova de Colares (23), Nova Carapina I (23), Cidade Continental (19), José de Anchieta I (19), Parque Residencial Laranjeiras (19) e Barcelona (18).

Das mortes na cidade, a grande parte é de idosos ou pessoas com comorbidades, mas também houve registro de moradores mais jovens, com 32 e 43 anos. Nesse caso, sem informações sobre comorbidades.

Colina de Laranjeiras é o bairro com maior número de casos confirmados de coronavírus na Serra e já tem 1.154 confirmações. Em segundo lugar vem Feu Rosa, com 942. Ainda conforme apurado pelo TEMPO NOVO, no Painel Covid-19 – espaço onde o Estado contabiliza os dados do novo coronavírus – o Espírito Santo tem, no total, 175.300 confirmações, 4.080 mortes e 163.100 curados.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!