Cidade pode perder único representante no futebol profissional

0
O presidente do Gel, Hozano Pires reclama de tratamento diferenciado por parte da Câmara que dará apenas dinheiro ao Serra. Foto: Bruno Lyra
O presidente do Gel, Hozano Pires reclama de tratamento diferenciado por parte da Câmara que dará apenas dinheiro ao Serra. Foto: Bruno Lyra

Por Ayanne Karoline

A Serra pode ficar sem nenhum representante em competições oficiais do futebol capixaba este ano. Isto porque, após ter uma verba negada pela Câmara de Vereadores da Serra, o presidente do Grêmio Esportivo Laranjeiras, único time que representa a cidade no Capixabão Série B 2015, ameaça deixar o torneio que começa no próximo dia 28.

A Câmara recusou, no dia 31 de dezembro, uma emenda que cedia verba de R$ 600 mil ao time. E, ao mesmo tempo, concedeu o benefício à equipe do Serra, que não se inscreveu no Capixabão Série B por motivos de dívidas.

O fato gerou revolta no presidente do GEL, Hozano Pires, que ameaça tirar a equipe da competição. Segundo o dirigente, há oito anos ele solicita emendas à Câmara para pagar as despesas do clube, mas desta vez não obteve retorno positivo e diz desconhecer os motivos para tal resultado.  “É uma covardia o que fizeram. Se esta situação não for revertida, é possível que o GEL não jogue o campeonato”, afirma Pires.

A Câmara de Vereadores da Serra, por meio do setor de Legislativo, informou que o artigo que tratava do benefício ao GEL foi rejeitado em Plenário, por oito votos contrários e apenas um favorável. Já o Serra obteve 12 votos favoráveis na ocasião. Na sessão, cada vereador votou após ouvir do que se tratava a emenda e não justificaram seus votos em público.

Comentários