24.5 C
Serra
sábado, 08 de agosto de 2020

Esgoto da Cesan/Ambiental Serra sem tratamento vira caso de polícia

Leia também

Sítios do agroturismo da Serra voltam a funcionar aos fins de semana

Quer fugir da agitação dos grandes centros e curtir o fim de semana de uma maneira tranquila e diferente?...

Na véspera do Dia dos Pais, todo o comércio pode funcionar normalmente na Serra | Veja os horários

Neste sábado (8), véspera do Dia dos Pais, todo o comércio pode funcionar normalmente na Serra e em toda...

Alternativo comemora Dia dos Pais e do Estudante com ação em sistema drive-thru no sábado

Neste sábado (8) – véspera de Dia dos Pais – a Rede Alternativo de Ensino vai fazer a ação...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Responsável pela gestão do esgoto na cidade em formato de Parceria Público-Privada (PPP), a Cesan/Ambiental Serra foi flagrada cometendo crime ambiental no córrego Doutor Róbson, em Vista da Serra, na tarde da última quarta (01).

Uma força tarefa de fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e Polícia Ambiental constatou que a rede operada pela PPP, ao invés de enviar para Estação de Tratamento o esgoto coletado e cobrado em forma de taxa na conta de água dos moradores, simplesmente está lançando o líquido bruto nas águas do córrego. Responsáveis pela Ambiental Serra foram levados para a delegacia após o flagrante.

À frente da denúncia que levou os órgãos de proteção ao meio ambiente a flagrar o crime, está o vereador Pastor Ailton (PSC). “Os moradores vizinhos ao córrego reclamam muito do cheiro forte que vem das águas do Dr. Robson que um dia já teve suas águas límpidas. São três anos de esgoto coletado e jogado no riacho. Por isso este córrego esteve sempre assim cheio de esgoto. Nós fomos acompanhar a fiscalização e vamos cobrar que os responsáveis sejam punidos”, declara o vereador.

Segundo o vereador tem uma estação elevatória de esgoto (equipamento que bombeia o líquido rumo à uma estação de tratamento) a 150 metros do poço de visita onde foi flagrado o descarte de águas sujas no córrego. “Foram feitos testes, a equipe da Semma foi no poço de visita e jogou corante que rapidamente desaguou no córrego, constatando o crime ambiental. Dali fomos todos para a delegacia para tomar as providências cabíveis”, contou Pastor Aílton.

O TEMPO NOVO procurou a Prefeitura da Serra que disse que a fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente constatou que esgoto in natura estava sendo lançando no córrego, em vez de ser direcionado para a elevatória existente. Disse ainda que a Polícia Ambiental foi acionada e, ao constatar a irregularidade, direcionou os responsáveis para a delegacia. A fiscalização da Semma irá multar os responsáveis conforme o código de meio ambiente.

A reportagem também entrou em contato com a Cesan, que responde pela Ambiental Serra que disse que na data de do dia 1, foi realizada uma visita técnica no bairro Vista da Serra II previamente agendada com a liderança comunitária do bairro junto à Cesan. No momento da visita foi identificada uma anormalidade operacional no sistema que foi corrigida no mesmo dia. O sistema de esgotamento sanitário está sendo monitorado e opera normalmente.

O córrego Doutor Róbson nasce no Mestre Álvaro e é um dos principais formadores da lagoa Juara.

Parceria Público Privada acumula multas ambientais na cidade
Em 06 de janeiro de 2015 o esgoto da Serra passou a ser gerido pela empresa privada Ambiental Serra sob a supervisão da Cesan, através de PPP. A promessa é que a entrada da parceira privada, melhorasse o serviço no município e universalizasse a coleta e tratamento de esgoto até 2023.

Mas, quatro anos e meio depois, apenas novas redes de coleta e estações de bombeamento foram implantadas, aumentando a quantidade de esgoto coletada e também de receita das empresas, uma vez que cada imóvel ligado à rede paga acréscimo de 80% na conta de água. Nenhuma nova estação de tratamento de esgoto foi construída durante a vigência da PPP.

Enquanto isso, a Ambiental Serra acumula débitos milionários em multas ambientais por descartar esgoto in natura não somente no Dr. Robson, mas também em outros córregos, rios, lagoas e praias do município. Também em formato de PPP, a Ambiental Serra atua no esgoto de Vila Velha e ensaia entrada em Cariacica para fazer o mesmo serviço. A Ambiental Serra é controlada pela empresa Aegea, holding de saneamento do grupo Equipav, e tem atuação em 25 municípios de cinco estados. Já a Cesan é estatal controlada pelo Governo do ES.

Coronavírus nos esgotos
Já há vários estudos no Brasil e em outros países que comprovam a presença do novo coronavírus em esgotos tratados em não tratados. No Brasil, recente estudo feito em Minas Gerais detectou 100% de presença do vírus em amostras coletadas em cidades mineiras, inclusive tem sido usada como forma de avaliar a situação da pandemia nas localidades. Ainda não há clareza se o vírus é potencialmente contagioso a partir do contato de seres humanos com o esgoto.

Comentários

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Na véspera do Dia dos Pais, todo o comércio pode funcionar normalmente na Serra | Veja os horários

Neste sábado (8), véspera do Dia dos Pais, todo o comércio pode funcionar normalmente na Serra e em toda a Grande Vitória. No município,...

Alternativo comemora Dia dos Pais e do Estudante com ação em sistema drive-thru no sábado

Neste sábado (8) – véspera de Dia dos Pais – a Rede Alternativo de Ensino vai fazer a ação Drive-Thru da Família na Escola,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!