24.6 C
Serra
domingo, 09 de agosto de 2020

Cerca de 18,8 mil serranos se preparam para o Enem

Leia também

Está procurando emprego? Sine da Serra abre 79 vagas de trabalho nesta segunda

Quem está procurando uma oportunidade de trabalho deve ficar atento. A semana vai começar com 79 vagas abertas no...

“Não é uma gripezinha, é uma pandemia”, diz Contarato sobre 100 mil mortes por Covid-19

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) se manifestou sobre as 100 mil mortes causadas pelo coronavírus desde o início...

Brasil ultrapassa 100 mil mortes causadas pela Covid-19

O Brasil atingiu neste sábado (8) o número de 100 mil 477 mortes por Covid-19, desde o início da...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A dica é que os estudantes façam exercícios baseados nas últimas provas e procurem relaxar nos dias que antecedem o exame. Foto: Renato Ribeiro

Renato Ribeiro

Cerca de 18,8 mil estudantes que moram na Serra devem fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nos dias 05 e 12 de novembro. Diferente dos anos anteriores, onde o candidato fazia a prova no sábado e domingo em um mesmo fim de semana, esse ano o aluno terá um intervalo de 7 dias entre uma prova e outra, realizando o exame em dois domingos consecutivos.

Para o aluno de Pré ENEM do Projeto SER, Ruan de Oliveira, a mudança representa mais tranquilidade para fazer as questões. “Achei bem melhor esse novo formato, pois o intervalo de uma semana entre uma prova e outra, vai permitir um descanso maior. Dois dias seguidos era muito mais estressante e cansativo”, completou Ruan.

O professor de geografia Luciano Ribeiro, diz que o momento agora é de revisar o que foi visto em sala de aula, resolver questões de provas anteriores e tentar relaxar. “Agora é o momento de revisar e resolver exercícios. Não adianta o aluno tentar rever todo o conteúdo, pois não há tempo hábil para isso. Ele deve focar naquilo que o professor alertou ser mais cobrado no Enem”, aconselha.

Outra novidade no Enem 2017, é que a redação passa a ser realizada no primeiro dia de prova (05) junto das disciplinas de Linguagens e Ciências Humanas. O professor de Redação da rede COC Lusíadas e Primeiro Mundo, Hélio Sandro Almeida, vê com bons olhos a mudança. “Antes a prova de redação era feita no segundo dia junto com a prova de matemática, o que era mais desgastante. Com a mudança, aquele aluno que tem conteúdo, que tiver calma, estiver descansado e focado na prova, tem tudo para se sair bem”, avalia.

Hélio destaca ainda possíveis temas da redação este ano. “Acredito que temas como bullying na escola, aumento da obesidade, sistema prisional, ocorrências de epidemias no Brasil e discursos de ódio e intolerância na internet têm grandes chances de caírem na prova”, enumera.

A Ufes aderiu integralmente ao Sisu desde 2016, quando optou pelo fim do vestibular. Hoje a seleção é só por Enem e não há mais discursivas. As provas do Enem acontecerão nos dias 05 e 12 de novembro. Os portões nos locais de aplicação serão abertos às 12h e fechados às 13h. O exame começará às 13h30. No primeiro domingo, irá até 19h. E no segundo, até 18h.

 

Comentários

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

“Não é uma gripezinha, é uma pandemia”, diz Contarato sobre 100 mil mortes por Covid-19

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) se manifestou sobre as 100 mil mortes causadas pelo coronavírus desde o início da pandemia no Brasil. O...

Brasil ultrapassa 100 mil mortes causadas pela Covid-19

O Brasil atingiu neste sábado (8) o número de 100 mil 477 mortes por Covid-19, desde o início da pandemia do novo coronavírus. Nas...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!