• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.690 casos
  • 967 mortes
  • 48.401 curados
25 C
Serra
terça-feira, 13 abril - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.690 casos
  • 967 mortes
  • 48.401 curados

Centro de visitantes da Jacuném será inaugurado nesta sexta

Leia também

CPI dos Maus-Tratos irá ouvir homem suspeito de golpear cadela com facão na Serra

O homem suspeito de dar golpes de facão na cabeça de uma cadela na Serra será ouvido pela CPI...

Em apenas 24 horas, Serra perde mais 11 moradores para o coronavírus e atinge 967 óbitos

Um dado estarrecedor do pico da pandemia causada pelo coronavírus – em maio de 2020– voltou a assombrar os...

Serra começa a vacinar policiais e guardas municipais contra o coronavírus nesta quarta

A Prefeitura da Serra, através da Secretaria de Saúde da Serra (Sesa), iniciará a vacinação dos trabalhadores da força...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

sede da apa jacunem
O espaço fica na área verde do bairro Barcelona. Foto: Bruno Lyra

Por Thainara Polito

 

Depois de três anos em obras, finalmente será inaugurada a sede da Área de Proteção Ambienta (Apa) da Lagoa Jacuném em Barcelona. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, a sede será entregue nesta sexta(19) às 9h da manhã. Neste dia estão previstas palestras, exposição de fotografia e de animais empalhados.

O prédio tem cerca de 2 mil m2 e além de sediar a Apa Jacuném, também abrigará o setor de Unidades de Conservação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), responsável pelas reservas ambientais administradas pelo município.

No prédio há uma sala reservada para a Polícia Militar Ambiental e um deck com uma belíssima visão da lagoa Jacuném e das matas da Apa. Dentre os serviços que deverão ser ofertados, educação ambiental, oficinas, palestras, além de espaço para realização de cursos.

A sede da Apa Jacuném vai funcionar de segunda a sexta, das 9 às 16h. Inicialmente, a visitação funcionará apenas mediante agendamento, através do telefone 3291-2402 ou do email [email protected].

Obra começou na gestão Sérgio Vidigal

O prédio tem deque voltado para a lagoa e mata Atlântica do entorno. Foto: Bruno Lyra
O prédio tem deque voltado para a lagoa e mata Atlântica do entorno. Foto: Bruno Lyra

A obra da sede da instituição foi iniciada em 2011 e a primeira previsão é de que ficasse pronta em junho de 2012, ainda na gestão do ex-prefeito Sérgio Vidigal(PDT). Depois, a Prefeitura da Serra estipulou prazo para dezembro daquele ano e também não foi cumprido.

Além disso, entre o final de 2012 e o primeiro semestre de 2013, os serviços foram paralisados. O local chegou a ser invadido por usuários de drogas. No período materiais de construção também foram furtados e até uma fogueira chegou a ser feito no deque, que por conta disso acabou tendo que ser parcialmente reconstruído, segundo moradores do bairro Barcelona.

Na época, segundo a Secretaria de Obras da Prefeitura da Serra, a obra estava parada por questões de volumes de processos não encontrados.  O secretário Evilásio de Ângelo, responsável pela secretaria na época, disse que esses processos dependiam da área jurídica para solucionar o problema.

Custo

Inicialmente orçada em cerca de R$ 900 mil, o prédio acabou custando quase o dobro: R$ 1,7 milhão.  O serviço é de responsabilidade da Prefeitura da Serra, que o executou com recursos originados de compensações ambientais das expansões da Vale e Arcelor Mittal Tubarão, sob a supervisão do Instituto Estadual de Meio Ambiente (IEMA) e do Ministério Público Estadual.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!