• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
23.3 C
Serra
quarta-feira, 12 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados

Casagrande anuncia migração de leitos exclusivos da Covid-19 para outras doenças

Leia também

Em 24h, Serra perde mais 9 moradores para o coronavírus e registra 322 novos infectados

A Serra atingiu, no final da tarde desta quarta-feira (12), a triste marca de 1.210 moradores que morreram por...

Prefeitura da Serra abre 3.500 vagas para vacinação contra gripe nesta quarta

A Prefeitura da Serra, através da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), vai abrir 3.500 novas vagas de vacinação contra...

Parceria entre Prefeitura e Sebrae quer capacitar lideranças e contribuir para o turismo da Serra

Fortalecer municípios que possuem pontos turísticos no Espírito Santo. Esta é a intenção da parceria que o Sebrae está...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Hospital Dório Silva em Laranjeiras é um dos que estão previstos para serem geridos pela Fundação Estadual. Foto: Divulgação / Governo do ES

Nesta semana, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) iniciou a reversão do perfil de alguns leitos hospitalares disponibilizados para paciente com a Covid-19, para atender pacientes de outras especialidades médicas. A medida vale para leitos de enfermaria e leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De acordo com o governador Renato Casagrande (PSB), a medida mostra que foi feito um bom planejamento e trabalho, se referindo as medidas de combate ao coronavírus.

Desde o início da pandemia, o governador decidiu que não iria construir hospitais de campanha, mas sim investir em mais leitos para os hospitais já existentes. Agora, com a diminuição na taxa de ocupação de leitos – que significa uma redução no número de pacientes com Covid-19 que precisam ser internados – esses leitos começaram a ser migrados para atender outros tipos de doenças.

Na Serra, inicialmente, 14 leitos de UTI do Hospital Estadual Dório Silva deixarão de ser utilizados exclusivamente por pacientes Covid-19. Com isso, a unidade passará a ter 16 leitos de UTI para pacientes Covid-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, ainda esta semana, outro hospital que terá mudanças na oferta de leitos para Covid-19 será o Antônio Bezerra de Farias, em Vila Velha.

Atualmente, a ocupação de leitos de enfermaria está em 64,27% e a Sesa pretende deixar entre 70 e 75%. O mesmo vale para UTIs. A marca de 70% sempre será um indicador para a migração de leitos para outros perfis, já a de 80% será para voltar a disponibilizar mais leitos para pacientes Covid-19, conforme explica o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes.

“Vamos ajustar o tamanho da rede hospitalar, de acordo com o comportamento da pandemia no Estado. Na medida em que migrarmos leitos para outros perfis clínicos, a ocupação obrigatoriamente subirá para entre 70 e 75%, que será a faixa de segurança para as decisões quanto à reversão do perfil dos hospitais. Na medida em que a ocupação for reduzindo de maneira sustentada, que consigamos voltar a reverter o perfil dos hospitais, somente uma nova onda de casos que possa elevar a pressão por serviços hospitalares será capaz de nos fazer rever novamente o perfil das unidades”, afirma o secretário.

Ainda segundo o secretário, a contratação dos hospitais privados será poderá ser prorrogada por 30 dias. A contratualização com os hospitais filantrópicos não terá alteração.

Casagrande afirma que medida é um legado deixado para os capixabas

De acordo com o governador Renato Casagrande (PSB), a medida mostra que foi feito um bom planejamento e trabalho, se referindo as medidas de combate ao coronavírus. Foto: Derick Nunes.

O governador Renato Casagrande comentou a migração dos leitos. “Enquanto hospitais de campanha estão sendo desmontados, aqui no ES os recursos foram aplicados para ampliar a nossa rede hospitalar. Hoje, iniciamos a reversão dos leitos Covid para atender a outras enfermidades. É o legado para os capixabas do trabalho com bom planejamento”, afirmou em suas redes sociais.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!