• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.569 casos
  • 769 mortes
  • 40.206 curados
29.1 C
Serra
sexta-feira, 05 março - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.569 casos
  • 769 mortes
  • 40.206 curados

‘Baile do Mandela’ em Jardim Carapina termina em tiroteio e deixa um ferido

Leia também

Motociclista morre ao colidir com poste na rodovia Norte Sul

Um instrutor de auto-escola perdeu a vida num acidente fatal na tarde desta sexta-feira (5), na Serra. O acidente aconteceu...

Ambiental Serra é flagrada jogando esgoto em córrego que deságua entre Manguinhos e Bicanga

A poluidora Ambiental Serra, que é parceira público-privada da Cesan, está lançando esgoto residencial sem nenhum tipo de tratamento...

Golpistas tentam enganar pais de alunos na Serra e Prefeitura emite alerta

A Prefeitura da Serra emitiu um alerta aos pais de alunos das unidades de ensino do município dizendo que...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O homem ferido nesta madrugada foi socorrido e levado para o hospital Jayme Santos Neves. Foto: Arquivo TN

Mesmo com a proibição de festas e blocos durante o Carnaval na Serra, alguns bailes funks clandestinos, popularmente conhecidos como ‘Baile do Mandela’ aconteceram em bairros da Serra. Dois deles, foram em Jardim Carapina, e o último que ocorreu na madrugada desta terça-feira (16) terminou em tiroteio.

Segundo a Polícia Militar a confusão aconteceu durante o patrulhamento no bairro na madrugada desta terça (16). A PM foi acionada para verificar uma denúncia de que estaria acontecendo uma festa clandestina na região. No local a equipe se deparou com três indivíduos armados que ao perceberem a aproximação da viatura atiraram contra os militares que imediatamente revidaram a agressão.

Ainda de acordo com a Polícia, os suspeitos fugiram e continuaram atirando contra os policiais. Durante a troca de tiros, um dos homens acabou baleado na Rua Pedra Azul. Com ele foi apreendida uma pistola calibre 380 com um carregador com capacidade para 15 munições e uma munição intacta calibre 380.

De imediato foi solicitado prioridade via rádio para as demais viaturas darem apoio a equipe que se encontrava no local.

Enquanto os policiais providenciam o socorro do baleado, os frequentadores da festa clandestina tentaram atrapalhar o trabalho policial e também o socorro. Devido ao fato, houve a necessidade de efetuar três disparos de bala de borracha para dispersar as pessoas que queriam enfrentar os militares.

Com a chegada do apoio, o indivíduo foi socorrido ao Hospital Jayme dos Santos Neves, onde permanecerá sob escolta até receber alta médica.

Já no sábado (13) e domingo (14), a Polícia Militar interditou duas festas que ajuntavam mais de 300 pessoas.

Uma delas ocorreu também em Jardim Carapina, na noite do domingo, quando a Polícia Militar finalizou uma festa clandestina, que reunia mais de 300 pessoas. Quando os policiais tentaram dispersar a multidão, os ‘aglomeradores’ ficaram revoltados com a ação e atiraram garrafas e pedras contra os agentes.

Outra situação parecida aconteceu no bairro São Lourenço, na região de Serra Sede, durante a noite do dia 13 de fevereiro. A festa clandestina reunia centenas de pessoas e foi interrompida por ruma ação integrada de fiscalização da Guarda Municipal da Serra, Guarda de Trânsito, Polícia Militar e Fiscalização Ambiental.

Festas estão proibidas na Serra

A Prefeitura da Serra decidiu não decretar ponto facultativo no Carnaval. Assim, estão suspensas todas as festas, blocos de rua, trios e carros ou caixas de som. Por meio de nota, O Município explicou que os moradores podem denunciar aglomerações através da Ouvidoria, no telefone 162.

“Nestes meses de janeiro e fevereiro a Secretaria de Saúde da Serra (Sesa), por meio da Vigilância Sanitária, está participando de ações integradas com o Corpo de Bombeiros e a Guarda Municipal de fiscalizações e orientações sobre as regras do distanciamento social e prevenção da Covid-19. As ações se concentram em bares, restaurantes, inclusive os restaurantes de shoppings centers, lojas de conveniência, distribuidoras de bebidas alcoólicas e casas de shows e eventos.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente da Serra informa que a fiscalização estará nas ruas todos os dias para cumprir à risca o decreto do governo do Estado que proíbe aglomerações e eventos com mais de 300 pessoas”.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Saiba mais
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!