Audifax doa terreno para construir centro do Ibama que atenderá 10 mil animais silvestres

0
Audifax doa terreno para construir centro do Ibama que atenderá 10 mil animais silvestres
Projeto de lei que autoriza doação foi sancionado na tarde desta segunda-feira (7). Foto: Gabriel Almeida

Para manter no município a sede do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), a Prefeitura da Serra doou dois terrenos para que sejam realizadas as obras de expansão do órgão, que fica em Barcelona. O Cetas, que pertence ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), recebe e cuida de animais silvestres – como papagaios, corujas, periquitos, entre outros – que foram resgatados ou entregues voluntariamente.

O prefeito Audifax Barcelos (Rede) sancionou na tarde desta segunda-feira (8), o projeto de lei (PL) que autoriza a doação das áreas. O Cetas fica na Área de Proteção Ambiental (Apa) da Lagoa Jacunem e atualmente recebe cerca de dois mil animais silvestres por ano. Já com as expansões que serão feitas, o órgão poderá ampliar este número para 10 mil animais a cada ano.

O novo Cetas custará cerca de R$ 28 milhões e as obras serão custeadas pela Samarco, através do instituto Renova, como compensação pela tragédia de Mariana que aconteceu em 2015 e causou uma imensa devastação com a lama tóxica vinda da barragem que se rompeu na época. Além de várias pessoas mortas, a enxurrada de lama causou grande dano ao meio ambiente.  Além de custear a obra, a Samarco irá manter financeiramente o órgão por cerca de três anos.

Durante a solenidade de assinatura do projeto de lei, que foi realizada na sede da Prefeitura da Serra, estiveram presentes representantes do Ibama e do Cetas. Além do presidente da Câmara da Serra, Rodrigo Caldeira, e outros vereadores. O evento também contou com a presença da secretária de Meio Ambiente da Serra, Áurea da Silva Galvão.

O prefeito Audifax Barcelos disse que a Serra é a cidade da Grande Vitória que mais encaminha animais silvestres resgatados para o Cetas. “Esses animais chegam ao local por meio de ações fiscais, entregas espontâneas ou quando são resgatados feridos. Lá, eles são identificados, avaliados e recuperados. Quando estão saudáveis, eles são devolvidos à natureza. Por isso, a importância de expandir as estruturas do local, para dar maiores condições de tratamento a esses seres”, destacou.

Ainda de acordo com a Audifax, a agilidade do Executivo e da Câmara da Serra foi essencial para manter o Cetas dentro do município, já que sem as áreas doadas não poderiam ser feitas as obras da nova sede e com isso o órgão teria que ir para outra cidade.

As áreas doadas para ao Ibama para a ampliação do Centro, somam um total de 14.500 metros quadrados.

O TEMPO NOVO já esteve na sede do Cetas, onde fez uma reportagem sobre o espaço.  Confira no episódio do ‘Conhece a Serra’ gravado em 2017: 

Conhece a Serra- APA Jacuném

O "Conhece a Serra" desta semana foi para a Área de Proteção Ambiental (APA) Jacuném, em Barcelona . Nesse episódio, vamos mostrar o trabalho do Ibama no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) e da Polícia Ambiental. 😍😍🐍🐒🐢😍😍Confira ⬇

Posted by Jornal Tempo Novo on Tuesday, August 29, 2017

Comentários