28.7 C
Serra
sábado, 22 janeiro - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Atenção, Serra: a pandemia não acabou e cuidados ainda são necessários

Leia também

Serra terá dois novos pontos de testagem de Covid-19 | Confira

Diante do crescente número de casos positivos de Covid-19 registrados nos últimos dias, a procura por testes aumentou e...

Avanço explosivo da Ômicron adoece 1.550 pessoas na Serra em 24h

A circulação da variante Ômicron em território capixaba tem causado um aumento explosivo de novos casos da Covid-19 na...

Serra volta para risco moderado e pode sofrer restrições devido ao avanço da Covid-19

Devido ao aumento de casos de coronavírus e mortes causadas por complicações da Covid-19, a Serra voltou a ser...

Foto: Ana Paula Bonelli

Está sendo muito comum a presença de muitas pessoas andando sem os devidos cuidados nas principais ruas e avenidas dos bairros da Serra. O enfoque maior se concentra em Parque Residencial Laranjeiras, por ser um bairro comercial e onde o ponto de encontro das pessoas são maiores, seja para encontros, comércio, consultas clínicas e demais ações corriqueiras.

Entretanto, nota-se que a grande maioria dos serranos não estão seguindo as normas sanitárias solicitadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O que se torna um grande risco, pois o coronavírus está tendo várias mutações. Assim como houve o avanço da variante ômicron, agora também se tem a deltacron, apontado pelos cientistas especializados no Chipre – país do Oriente Médio na região leste do Mediterrâneo.

Esta nova cepa da Covid-19 encontrada no Chipre combina as variantes Ômicron e Delta. Segundo o professor de Ciências Biológicas da Universidade de Chipre e chefe do Laboratório de Biotecnologia e Virologia Molecular, Leondios Kostrikis, “ao menos 25 pessoas estão infectadas no País, localizado no Médio Oriente”, afirma.

Por estar em outra posição geográfica, ficamos na situação de que nada ocorrerá por aqui. Todavia, essas ocorrências no cotidiano serrano se dão pela negligência de muitos não abraçarem a causa de se cuidarem adequadamente. Basta relembrar do surgimento do coronavírus em Wuhan na China.

As coisas até o presente instante estavam tranquilas, só foram ocorrerem às contras regras das solicitações sanitárias de segurança que tudo foi desandando para o pior. Chegando por mais de 600 mil falecimentos em nosso país.

Em períodos de férias, torna-se crucial redobrarem os cuidados, pois são nesses tempos que as variantes vão se multiplicando. Todo cuidado é essencial, assim vamos colaborar ainda mais. A situação não está tão favorável quanto parece e a pandemia ainda continua, por sinal bem forte.

Ainda há elevados óbitos, bem como crescentes internações em decorrência das inúmeras infecções. Vamos cuidarmos e pensarmos mais no outro. Nosso comportamento exige empatia. O momento é delicado e precisa de muita atenção e cautela, sem relaxarmos como se nada tivesse acontecendo. Cuide-se. A vida é uma dádiva. E é uma só!

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!