Assaltos prejudicam turismo no Mestre Álvaro, na Serra | Portal Tempo Novo

Serra, 19 de outubro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 25 de Maio de 2018 às 9:56

Assaltos prejudicam turismo no Mestre Álvaro, na Serra


Os assaltos acontecerem na trilha norte, que fica na região da Serra-Sede. Foto: Junior Nass

Um problema crônico que atrapalha o turismo e a visitação ao Mestre Álvaro voltou a ocorrer com frequência este ano: os assaltos. A denúncia é do ativista da ONG Amigos do Mestre Álvaro, Bismarck Jardineiro, que também atua como guia de grupos na região.

Segundo Bismarck, em 2018 já foram cinco assaltos. Em comum, o fato de acontecerem na trilha norte, que fica na região da Serra-Sede. “Esse é o ponto mais problemático. O Mestre Álvaro tem trilhas em outras regiões, onde não acontecem essas ocorrências. Os assaltos na trilha norte aconteceram nos dias 7, 24 e 31 de janeiro e nos dias 10 e 13 de maio”, conta.

O ativista explica ainda que um dos pontos mais problemáticos é na caixa d’água, que fica logo no início da subida. “Inclusive num desses casos, eu estava em outro local do morro e fazia uma transmissão ao vivo por rede social quando recebi a notícia do assalto. É preciso mais presença preventiva da PM e da Guarda Ambiental da Serra na região”, completa.

Apesar de ser uma Área de Proteção Ambiental (APA), principal símbolo ambiental e paisagístico da Serra, o Mestre Álvaro não possui vigilância permanente, controle de acesso e nem estrutura para visitação. Inclusive a sede da APA foi construída fora do morro, na área do Jardim Botânico, na Serra-Sede. 

Reforço na segurança

Segunda a assessoria de imprensa da Prefeitura, no fim do mês passado a Secretaria de Defesa Social recebeu um grupo de ambientalistas que atuam no morro para ouvir demandas sobre segurança no local. Ficou pactuado que as Ong’s vão informar às Sedes quando promoverem subidas em grupo, para que as equipes da Guarda Civil Municipal façam patrulhas na entrada norte da APA nos horários de subida e descida dos trilheiros.

Outra providência da Sedes foi orientar as equipes da GMC que atuam no Polígono de Segurança que compreende a região de Serra-Sede a fazer patrulhas rotineiras na entrada norte da trilha para o Mestre Álvaro. Além disso, foi feito contato com a Polícia Militar para realização de intervenções na região.




O que você acha ?

Você já brigou com amigos e familiares por conta de política?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por