24.6 C
Serra
domingo, 09 de agosto de 2020

Artista retrata Serra em charges há 17 anos

Leia também

Está procurando emprego? Sine da Serra abre 79 vagas de trabalho nesta segunda

Quem está procurando uma oportunidade de trabalho deve ficar atento. A semana vai começar com 79 vagas abertas no...

“Não é uma gripezinha, é uma pandemia”, diz Contarato sobre 100 mil mortes por Covid-19

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) se manifestou sobre as 100 mil mortes causadas pelo coronavírus desde o início...

Brasil ultrapassa 100 mil mortes causadas pela Covid-19

O Brasil atingiu neste sábado (8) o número de 100 mil 477 mortes por Covid-19, desde o início da...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Luiz explica que os temas e a direção de arte das charges partem da redação do Tempo Novo.  A partir daí o desenho toma traços e formas
Luiz explica que os temas e a direção de arte das charges partem da redação do Tempo Novo. A partir daí o desenho toma traços e formas. Foto: Ana Paula Bonelli

Por Ana Paula Bonelli

Mais de 600 charges em 17 anos de parceria. Não é exagero afirmar que a identidade visual da página dois do Jornal Tempo Novo se confunde com a arte do desenhista Luiz Tozatto. Talento que o artista começou a cultivar e aperfeiçoar ainda na infância.

Morador de Laranjeiras, Tozatto conta que seu primeiro contato com o lápis aconteceu na escola. “Foi quando os meus pais viram o meu primeiro desenho, me lembro até hoje da figura do fusca que fiz. A partir daí eles me incentivaram muito”.

Mas a relação com o Tempo Novo não começou em 1997. Luiz passou pelo jornal nos primórdios da instituição, em 1985. A função era de auxiliar de serviços gerais, mas já naquela época ele deu as suas “pinceladas” nas charges.

“Decidi sair para poder me dedicar a música. Em 1997, eu recebi uma proposta para desenhar as charges para a coluna Mestre Álvaro e para a extinta coluna Futebol é Futebol do falecido Idelson Gadioli, desde então, estou à frente dos desenhos do jornal”, relata.

Luiz explica que os temas e a direção de arte das charges partem da redação do Tempo Novo.  A partir daí o desenho toma traços e formas. Das mãos de Luiz, saem caricaturas de políticos e pessoas influentes na cidade.

Falecido

E não faltam casos interessantes para contar. Um dos mais polêmicos foi a charge publicada em 1998 que se referia ao então prefeito Sérgio Vidigal. Conta-se que Vidigal mandou uma carta para um cidadão pedindo voto para o candidato a governador Albuíno Azeredo. O problema é que o destinatário havia morrido.

“Fizemos a charge ilustrando o caso e a família do falecido encarou como uma ofensa e se queixou junto ao prefeito, o mesmo publicou em outro jornal uma nota de repúdio em relação a esta charge. Fiquei impressionado com a proporção que o assunto tomou”.

Outras reações como olhares admirados, risos e críticas também fazem parte do misto de sensações. Luiz também faz desenhos e caricaturas sob encomenda. Interessados podem entrar em contato pelo email [email protected]. Confira algumas charges já publicadas no jornal Tempo Novo:

 

Charge 3            charge charge1             China

Comentários

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

“Não é uma gripezinha, é uma pandemia”, diz Contarato sobre 100 mil mortes por Covid-19

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) se manifestou sobre as 100 mil mortes causadas pelo coronavírus desde o início da pandemia no Brasil. O...

Brasil ultrapassa 100 mil mortes causadas pela Covid-19

O Brasil atingiu neste sábado (8) o número de 100 mil 477 mortes por Covid-19, desde o início da pandemia do novo coronavírus. Nas...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!