24.8 C
Serra
sábado, 30 de Maio de 2020

Arcelor transforma escória em Revsol para pavimentar estradas vicinais do ES

Leia também

Mais de 60 vagas de emprego no Sine da Serra na segunda (1)

Se você está procurando emprego o  Sine da Serra não está realizando atendimento presencial ao público, mas continua captando...

Em entrevista, Audifax fala sobre medidas de combate ao coronavírus na Serra

A Serra tem tomado uma série de medidas em combate ao coronavírus (Covid-19), que vão desde a distribuição de...

Com 569 mortes por Covid-19, Estado investiga outros 41 óbitos suspeitos

Quarenta e um óbitos estão sendo investigados no ES para saber se as pessoas morreram de Covid-19. O Espírito...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Segundo a Arcelor, os produtos são doados e, em 13 anos, foram encaminhados para 36 municípios capixabas. Foto: Divulgação Prefeitura de Alfredo Chaves

Estradas nas cabeceiras dos principais rios capixabas vêm recebendo desde 2006 produtos feitos a partir de escória, rejeito da siderurgia, com o objetivo de melhorar a pavimentação. A usina de fabricação de placas de aço da ArcelorMittal Tubarão na Serra é a origem das substâncias, chamadas Revsol e Revsol Plus.

Segundo a Arcelor, os produtos são doados e, em 13 anos, foram encaminhados para 36 municípios capixabas, onde estão rios das bacias do Itapemirim, Doce, Benevente, Jucu, Santa Maria e Reis Magos. Os últimos quatro são responsáveis pelo abastecimento de 1,9 milhão de moradores da Grande Vitória. A Serra é atendida pelos rios Santa Maria e Reis Magos.

Em nota divulgada no último dia 7 de março, a empresa informou que as doações já beneficiaram 770 km de vias rurais e estradas vicinais em todo o estado. Para isso, foram aplicados 1,9 milhão de toneladas das substâncias, também denominadas pela empresa como coprodutos. 

Sobre os riscos ambientais desses coprodutos – uma vez que a chuva carrega terra e outros materiais aplicados nas estradas rurais para os cursos d’água -, a Arcelor afirma que não há problema.

Em 2017, a empresa já havia respondido a este questionamento, informando que um dos benefícios do Revsol é reduzir a erosão e o carreamento de materiais sólidos para os cursos d’água. Informou, ainda, que a substância é classificada como não perigosa, segundo a Norma ABNT NBR 10.004.

Comentários

Mais notícias

Em entrevista, Audifax fala sobre medidas de combate ao coronavírus na Serra

A Serra tem tomado uma série de medidas em combate ao coronavírus (Covid-19), que vão desde a distribuição de máscaras e kits de limpeza...

Com 569 mortes por Covid-19, Estado investiga outros 41 óbitos suspeitos

Quarenta e um óbitos estão sendo investigados no ES para saber se as pessoas morreram de Covid-19. O Espírito Santo tem hoje (29), até...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!