Após matar sete pessoas e adoecer 16 mil, dengue começa a recuar na Serra

0
Após matar sete pessoas e adoecer 16 mil, dengue começa a recuar na Serra
Agentes de saúde da Serra: prefeitura diz que tem intensificado ações de combate. Foto: Divulgação

Com mais de 16 mil moradores doentes por dengue, a Serra está registrando uma queda nos números de casos confirmados. A afirmação é da Secretaria Municipal de Saúde, que diz, ainda, que, mesmo com a diminuição, continua intensificando o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e também do vírus da zika e chikungunya.

Segundo dados divulgados pela Sesa, o Município chegou a registrar 938 casos em apenas uma semana, em maio. Agora, em setembro, foram confirmados 44 casos em uma semana. A diminuição é de 95%. Ainda segundo a pasta, nas últimas oito semanas, também vem sendo confirmada essa queda. Apesar disso, a cidade segue liderando o ranking de municípios da Grande Vitória onde foram registrados mais casos de dengue.

No total, neste ano foram confirmados 16.332 casos de dengue na Serra, além de sete mortes pela doença. Em 2018, até o mês de setembro, tinham sido registrados 783 moradores infectados com o vírus. Zika e chikungunya não tiveram nenhuma morte registrada neste ano, sendo confirmados, respectivamente, 126 e 81 casos na cidade.

De acordo com a Prefeitura, ações de combate vêm sendo intensificadas para que essa queda nos registros continue. “Estamos realizando campanhas educativas para conscientização da população e até medidas diretas, como telagem de caixas d’água, bloqueio nos pontos críticos, colocação de larvicida, visita às residências e, também, a locais estratégicos (borracharias, ferros-velhos, floriculturas)”, destaca, em nota enviada pela assessoria de imprensa.

Comentários