25.3 C
Serra
quarta-feira, 02 de dezembro de 2020

Aplicativo da Ceturb vai mostrar quais ônibus do Transcol estão lotados

Leia também

Serra poderá ganhar mais uma vaga na Assembleia Legislativa

O resultado da eleição 2020 impactou na composição da Assembleia Legislativa. E com as mudanças a Serra pode alcançar...

Habilitações vencidas em 2020 terão um ano a mais de validade

Está em vigor, a partir de hoje (1º), a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que restabelece os prazos...

Matrículas abertas para novos alunos em creches da Serra

A pandemia causada pelo coronavírus fez com que todas as cidades brasileiras suspendessem as aulas presenciais. Mesmo assim, as...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Passageiros no Terminal de Carapina: ônibus costumam sair lotados dos terminais. Foto: Ana Paula Bonelli

O Governo do Estado vai lançar, nesta quarta-feira (30), uma nova função do aplicativo ‘ÔnibusGV’ que mostrará em tempo real quais coletivos do sistema Transcol estarão superlotados. Com a informação, os passageiros poderão escolher qual coletivo irão utilizar e dessa forma evitar aglomerações em meio à pandemia causada pelo coronavírus. O anúncio gerou estranheza por parte dos internautas, que reclamam constantemente das aglomerações nos ônibus da Grande Vitória.

Segundo informações apuradas pelo TEMPO NOVO, a nova função se chamará ‘INBUS’ e deve ser disponibilizada à população ainda nesta semana. Para apresentar a funcionalidade, o governador Renato Casagrande (PSB) vai realizar uma coletiva de imprensa às 15 horas desta quarta-feira no Salão Santiago, no Palácio Anchieta, em Vitória. O evento deve ser transmitido através de suas redes sociais.

Ainda não há detalhes de como o serviço funcionará na prática. O aplicativo ‘ÔnibusGV’, até o momento, funciona para consulta de horários de ônibus, previsão de chegada nas paradas ou terminais, recargas de cartão de passagem e também disponibiliza a opção de denúncias de lotação. Assim que a nova funcionalidade for acrescentada, os usuários terão que atualizar o app nas lojas virtuais dos sistemas Android e IOS.

O Estado ainda não explicou como será feita a análise para alertar se um coletivo estará ou não cheio de passageiros. Atualmente, a regra da Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb/ES) determina que os ônibus saem dos terminais apenas com passageiros sentados, medida essa que nunca é respeitada.

Vale destacar que superlotação de coletivos do Transcol é um problema antigo, mas que se agravou durante a pandemia de Covid-19, já que aglomeração é sinal de contaminação, ainda mais em ambientes fechados como dentro dos veículos. O TEMPO NOVO já denunciou a situação diversas vezes. Os passageiros pedem aumento da frota e mais fiscalização para tentar conter contaminação do vírus nos terminais e ônibus.

Atualmente, a frota de veículos que atendem os passageiros não está sendo 100% utilizada. Segundo Casagrande, isso deve acontecer apenas a partir do dia 5 de outubro, quando as aulas presenciais começarão a ser retomadas no Espírito Santo. Dados mostram que cerca de 1.169 veículos estão circulando. O número de usuários do cartão de passagem chega aos 3.378.000.

Quem usa o sistema Transcol reclama. “Os ônibus sempre estão lotados e o governo quer lançar aplicativo para mostrar isso. Nós já sabemos que isso ocorre e queremos mais carros rodando. Quando a lotação de ônibus será solucionada? Temos que conviver com o medo de sermos contaminados em coletivos cheios de gente e algumas até sem máscara”, afirmou a moradora de Jardim Tropical, Fernanda Soares.

Bárbara Lopes também utiliza o transporte público. “Tenho que pegar ônibus todos os dias e sempre ocorre a mesma coisa: superlotação. Eu acho que a Ceturb precisa criar medidas que realmente vão funcionar e não inventar uma função sem utilidade. Todos os ônibus estão lotados. Vai aparecer o que no aplicativo? Linhas lotadas?”, indaga a moradora da Serra.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Audifômetro: faltam 30 dias para o fim do governo Audifax na Serra
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!