Apesar da chuva, turfa segue queimando na Serra

0
O combate ao foco na região de Furnas segue na manhã desta segunda (18). Foto: Divulgação / Olimar Silva
O combate ao foco na região de Furnas segue na manhã desta segunda (18). Foto: Divulgação / Olimar Silva

Por Gabriel Almeida

Apesar do final de semana chuvoso, o incêndio na área de turfa não só continua como piorou, prejudicando ainda mais a já castigada saúde respiratória dos moradores da região. Segundo o Diretor da Defesa Civil da Serra, Olimar Silva, a chuva não “faz nem cócega” em relação ao problema.  Olimar afirma que para que a chuva ajude no combate tem que cair muita água. “Desde quinta-feira (14) o Corpo de Bombeiros está na região de turfas combatendo a queimada na região de Furnas, próximo ao bairro Jardim Tropical”, explica.

O diretor ainda disse que desde as sete da manhã desta segunda-feira (18) os bombeiros estão combatendo a queimada no local. “Estamos realizando todos esforços possíveis para tentar acabar logo com esses focos de incêndio”, afirma.

Sobre o incêndio na turfa da região de Pitanga –  outra área atingida – Olimar falou que o combate retornará quando conseguirem controlar o foco em Furnas, pois este último está mais crítico e fica muito próxima de áreas densamente habitadas, como os bairros Jardim Tropical, José de Anchieta, Central Carapina e Carapina Grande.

Sem dormir

Moradores continuam sofrendo com a fumaça que é gerada da queimada. “A situação está ficando pior quando chove. Parece que a fumaça só aumenta”, afirma a moradora de José de Anchieta II, Aurora Souza, que mora próximo a região da queimada.

Em Pitanga, Chrisley Vieira da Silva afirma que fica noites sem dormir devido a fumaça. “Na madrugada deste domingo estava impossível de dormir. Não estamos aguentando mais e ninguém nos ajuda”, explica.

No fim de semana o mau cheiro foi sentido até em Colina de Laranjeiras, relataram moradores.

Comentários