• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
25.4 C
Serra
quinta-feira, 13 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados

Ao lado de Junior Abreu e Jacqueline, Casagrande aprova Lei de Incentivo ao Esporte

Leia também

Lixão em Novo Porto Canoa tira sono de moradores que pedem providência

Um imenso lixão está se formando na Avenida Amazonas, em Novo Porto Canoa, no terreno que fica em frente...

Festival apresenta 12 atrações musicais capixabas de diferentes estilos e linguagens

Doze atrações musicais capixabas com performances que entregam grito por diversidade e liberdade. E mais: dança, rock, fala, hip...

De mochilão e bicicleta, amigos vem pedalando da Argentina para conhecer belezas da Serra

Imagine conhecer o litoral brasileiro dando muitas pedaladas? Uma aventura e tanto, não é? Em busca da liberdade e...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Casagrande entre a vice-governadora, Jacqueline Moraes e o Junior Abreu, secretário de Esporte. Foto: Divulgação

Os atletas capixabas terão um novo benefício para incentivar práticas esportivas no Espírito Santo. O governador do Estado, Renato Casagrande, sancionou, nessa quarta-feira (07), no Palácio Anchieta, em Vitória, a Lei de Incentivo ao Esporte no Espírito Santo que altera a Lei 7000/2001, que dispõe sobre o Imposto sobre Circulação de Bens e Serviços (ICMS).

A medida, tomada com o intuito de incentivar um maior investimento na área, será importante para promover atletas, clubes, federações, associações e competições esportivas, de forma geral, em todo o Estado, por meio de recursos captados pelos interessados junto a empresas instaladas no Espírito Santo.

O objetivo é abranger projetos em diversas categorias, como o desporto educacional, de lazer e de participação, voltados para ações com o público em geral, e de rendimento, direcionados para atletas e paratletas de alto rendimento com o foco na melhora dos resultados em competições.

De acordo com a lei, as empresas poderão deduzir até 3% do saldo devedor mensal apurado no período em projetos pré-aprovados pela Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (Sesport). Serão aceitos projetos propostos por pessoas jurídicas, de direito público ou privado, que obedeçam aos seguintes critérios: a entidade proponente precisa ter mais de um ano de funcionamento, não ter fins lucrativos e seu estatuto deve dispor expressamente sobre a sua finalidade esportiva.

“Qualquer projeto, uma instituição, alguém pode dar entrada com uma proposta numa empresa e a empresa optar por fazer o financiamento deste projeto. A pandemia afetou muito os atletas, nós temos o Bolsa Atleta que ajuda a fazer a passagem desse momento que não tem competições e a lei vai poder também pós-pandemia e mesmo agora durante a pandemia, espera que seja pós, que a gente consiga gestar e fazer desta pandemia uma coisa do passado com a vacinação, a lei irá ajudar seja na pandemia, seja no pós-pandemia” , explica Casagrande.

A previsão é que as entidades já possam receber recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte no ano que vem.

Junior Abreu, Secretário de Estado de Esporte e Lazer, disse que a Lei é uma aspiração antiga da comunidade capixaba, como também da comunidade esportiva. “Vem para fortalecer o esporte capixaba, sabemos que esta lei é um marco na história do esporte, neste momento importante que a gente está vivendo a pandemia, eu não tenho duvida nenhuma que esta lei vi fazer com que avancemos muito no esporte no Espírito Santo.

Abreu disse também que a lei vai beneficiar milhares de capixabas e programas esportivos desenvolvidos no Espírito Santo. “A criação dessa lei de Incentivo é um marco para todos nós, amantes do esporte, e vai ser cada vez mais lembrada pelos atletas e entidades à medida que os projetos forem saindo efetivamente do papel. Com esse recurso, nós conseguiremos estimular a prática esportiva, trabalhar a saúde física e mental das pessoas, além de incentivar projetos e iniciativas que trabalhem com crianças e jovens, formando atletas e cidadãos”, celebrou Júnior Abreu.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!