• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.066 casos
  • 699 mortes
  • 33.566 curados
30.2 C
Serra
sexta-feira, 22 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.066 casos
  • 699 mortes
  • 33.566 curados

Ano que vem não terá reajuste, mas servidor ganhará mais por desempenho, explica Vidigal

Leia também

Serra já vacinou 644 moradores contra a Covid-19 e campanha continua nesta sexta

Desde a última segunda-feira (18), a Serra já vacinou 644 pessoas com a primeira dose do imunizante contra o...

Jair Reis, morador antigo de Jacaraípe, morre por complicações da Covid-19

A pandemia de coronavírus fez a Serra perder mais um ilustre morador. Trata-se de Jair Reis que não resistiu...

Contarato diz que chefe do Ministério Público atua como ‘advogado de Bolsonaro’

O posicionamento considerado ‘omisso’ do Procurador-Geral da República, Augusto Aras, sobre a conduta de Jair Bolsonaro na crise sanitária...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Vidigal disse também que irá mudar o nome da Secretaria de Administração para Secretaria de Gestão e Recursos Humanos. Foto: Ana Paula Bonelli/Jornal Tempo Novo

O TEMPO NOVO entrevistou o prefeito eleito da Serra, Sérgio Vidigal (PDT). Durante a conversa, que durou aproximadamente 45 minutos, ele apresentou suas ideias e projetos para os próximos quatro anos da Prefeitura da Serra. A reportagem decidiu fatiar a entrevista em várias matérias para facilitar a visualização do conteúdo ao leitor. Nesta, trataremos sobre reajuste de servidor e ferramentas que poderão ajudar num melhor desempenho nas diversas áreas do serviço público do município.

Vidigal adiantou que no primeiro ano de governo, não será possível conseguir dar reajuste para o funcionalismo público da Serra. “Lógico que no primeiro ano não tem como conseguir dar um reajuste, não é porque eu não quero, é porque a legislação não permite, baseado no veto do presidente da república por conta da pandemia”, disse o prefeito eleito que acrescentou que irá criar ferramentas tecnológicas que irão aumentar o desempenho do servidor e com isso ganhar mais.

“Eu creio que hoje se a gente conseguir contratar ferramentas tecnológicas, melhorar eficiência, criatividade, produtividade, isto pode ser revertido também em benefício para o servidor. Vamos precisar qualificá-lo também para trabalhar com estas ferramentas. O setor público hoje é analógico. Uma das coisas boas da Covid-19, é que desnudou o quanto o setor público está atrasado no tempo em relação a estas ferramentas. Então a gente pode ao economizar de um lado, para poder valorizar o outro”, afirma.

Vidigal disse também que irá mudar o nome da Secretaria de Administração para Secretaria de Gestão e Recursos Humanos. “Estamos trazendo o modelo, que o que o Governo do Estado implementou com o subsídio, eu acho que nele a gente consegue fazer uma composição melhor para o servidor”.

O prefeito eleito relatou também sua visão sobre a saúde. “Qual minha visão da saúde, é fortalecer a questão primária e como fortalecer? Não é simplesmente o salário, é criando outros mecanismos de valorização baseado no desempenho daquela equipe. Reduziu mortalidade infantil, reduziu o número daquela região de pacientes que vai para a Unidade Pronto Atendimento (UPA). Tudo isso vai para questão da valorização da equipe, não só do médico ou do enfermeiro em si, mas da equipe como um todo”.

Sergio Vidigal não especificou de qual forma será esta valorização, mas disse que está estudando uma metodologia.

A Serra possui 38 unidades de saúde, que promovem a saúde primária – que consiste na promoção e na proteção da saúde, na prevenção de agravos, no diagnóstico, no tratamento, na reabilitação, na redução de danos e na manutenção da saúde com o objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte positivamente na situação de saúde das coletividades.

A cidade também possui três Unidades de Pronto Atendimento (UPA), na Serra Sede, Castelândia e Carapina.

 

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!