21.1 C
Serra
sexta-feira, 10 de abril de 2020

É lei: está proibido plantar eucalipto na Serra

Leia também

Império de Fátima vai doar cestas básicas para circos e máscaras para unidades de saúde da Serra

A escola de samba Império de Fátima se mobilizou para ajudar famílias carentes e artistas circenses da Serra. A agremiação...

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

 

Plantação da Fíbria entre Jacaraípe e Nova Almeida. Foto: Fabrício Ribeiro/Arquivo TN
Plantação da Fíbria entre Jacaraípe e Nova Almeida. Foto: Fabrício Ribeiro/Arquivo TN

Está proibido o plantio de eucalipto na Serra. E as plantações existentes devem ser erradicadas em até cinco anos. É o que determina a lei municipal 4.478 que entrou em vigor no último dia 20 de abril. A principal afetada com a medida é a Fíbria, que tem cerca de 2,5 mil hectares de eucaliptais plantados entre Jacaraípe e Nova Almeida, para abastecer a fábrica de celulose empresa, localizada em Aracruz.

O curioso é que a lei não foi sancionada pelo prefeito Audifax Barcelos (Rede). O projeto de lei que a criou, foi aprovado pela Câmara de Vereadores em março último e em seguida foi enviado para o gabinete de Audifax, que não teria se manifestado no prazo legal. Então o projeto retornou à Câmara e foi sancionado pela presidente Neidia Maura Pimentel (PSD).

Autor do projeto de lei, o vereador Aldair Xavier (PDT), disse que a intenção é preservar as águas do município. “Estudos comprovam que grandes plantações de eucalipto ressecam o solo e diversas reportagens já mostraram isso. A intenção é chamar a atenção para o problema cortando direto na carne”, frisou.

Apesar de já ter virado lei, Aldair disse estar aberto ao debate e que a regra pode ser aprimorada. Ainda falta definir o valor das multas, em caso de descumprimento, e os critérios para fiscalização. Segundo Aldair, caberá ao executivo municipal regulamentar isto.

O prefeito Audifax Barcelos, através de sua assessoria de imprensa, disse que está levantando informações sobre o caso e em breve dará um posicionamento.  A reportagem também procurou a Fíbria, que não se manifestou até o momento.

Além dos 2,5 mil hectares de eucaliptais, a empresa possui outros 2,5 mil hectares de terrenos no município, que segundo ela são ocupados por áreas de preservação ambiental. Somadas todas as propriedades, quase 10% de todo território da Serra pertence à Fíbria.

Comentários

Mais notícias

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de secretário de Serviços e de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da...

Serra tem 11 novos casos de coronavírus e registra 64 pacientes contaminados

Em 24 horas, a Serra teve um aumento significativo no número de casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada pela...

Novos partidos alteram o tabuleiro no plenário da Câmara da Serra

Os sem-partido Os vereadores passaram um perrengue nos últimos dias do prazo para filiação partidária para quem tem mandato, 3 de abril. Após o corre-corre,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem