20.7 C
Serra
quarta-feira, 22 setembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

40 anos da Lei da Política Nacional de Meio Ambiente

Leia também

Império de Fátima lança em outubro samba enredo oficial e rainha com samba e muita cerveja

No próximo dia 3 de outubro a escola de samba Império de Fátima vai promover um evento para coroar...

Vendaval destrói poste e deixa bairro da Serra sem energia elétrica

O vendaval da noite desta terça-feira (21) está deixando estragos em alguns bairros da Serra. Em Vila Nova de Colares,...

Calorão na Serra dá lugar a chuva e ventos de até 40 km/h nessa quarta-feira

No dia em que marca a passagem para a Primavera no Hemisfério Sul, o avanço de um sistema frontal...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

O artigo foi escrito por Ronaldo Freire. Foto: Divulgação

A Lei da Política Nacional de Meio Ambiente LEI Nº 6.938, de 31 de agosto de 1981 está completando 40 anos no dia de hoje, um marco e divisor, pois ela antecede a Constituição Federal de 1988 que a recepcionou, de lá para cá, com altos e baixos na questão ambiental.

Avançamos nos debates e consequentemente nas novas e várias legislações na qual destaco o Art. 225 da CF/88; o Estatuto da Cidade; Lei de Crimes Ambientais; o Plano Diretor Urbano e o Código de Meio Ambiente.

“A Política Nacional de Meio Ambiente tem por objetivo a preservação, melhoria e qualidade ambiental propícia à vida…, “…visando assegurar condições ao desenvolvimento socioeconômico…”, “…e a proteção a dignidade da vida humana… art. 2 da Lei 6938.

A criação de Secretarias de Meio Ambiente que consequentemente efetivou o quadro de Fiscalização Ambiental, no qual destaco o da Cidade da Serra. Enormes contribuições vêm dando no sentido de ter uma cidade mais equilibrada nos aspectos ambientais e urbanísticos da Cidade.

Ainda falta muita coisa para ser melhorado, com um Plano Diretor Municipal adequado e justo que está em processo de análise de novas mudanças, que leve em consideração os novos eixos da sustentabilidade nos aspectos ambientais, sociais e econômicos, além do jurídico, político e ético.

Por Ronaldo Freire Andrade

Graduação em Direito e Pós Graduado em Direito Público e Gestão Ambiental, Especialização em Educação Ambiental – Auditor Fiscal de Atividades Urbanas e Meio Ambiente da Cidade da Serra – Fundador e presidente do núcleo de debate Rede Plena – Fundador da Associação Nacional de Fiscais de Atividades Urbanas – ANAFIC e Fundador da Federação Nacional de Fiscais de Atividades Urbanas – FENAFISC.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!