19.7 C
Serra
sábado, 28 maio - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

2º caso em 30 dias: motorista atropela agente de trânsito na Serra

Leia também

Campanha de segurança de trânsito alcança 3 mil serranos

Desde o inicio deste mês, o Departamento Operacional de Trânsito (DOT), tendo em vista a campanha de conscientização de...

Polícia prende suspeitos de roubar carro com bebê e criança na frente de creche na Serra

A Policia Civil, por meio da Divisão Especializada de Furtos e Roubos de Veiculos, prendeu em flagrante um dos...

Lei torna hediondo crime praticado contra menores de 14 anos

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.344/2022 que cria mecanismos para a prevenção e o enfrentamento da violência...

É o segundo acidente envolvendo agentes de trânsitos em 30 dias na Serra  Foto: Divulgação

Na noite desta segunda-feira (09), próximo ao Parque da Cidade, em Valparaíso, uma motorista não realizou a parada obrigatória na rotatória da Avenida Norte Sul e acabou atropelando um agente de trânsito que estava realizando uma patrulha na região.

Após a colisão, a motorista do Prisma branco prestou socorro e o agente foi levado ao hospital. Apesar do susto, o agente passa bem e sem a presença de lesões graves.

E esse não foi o primeiro acidente envolvendo um agente de trânsito na Serra. Em abril, na BR-101, um servidor que estava a caminho de um patrulhamento na Serra Sede foi  atingido por um veículo na perna enquanto guiava a moto. O agente sofreu ferimentos e precisou inclusive ficar afastado de suas funções.

A Serra tem cerca de 540 mil moradores e possui 56 agentes de trânsito para organizar o tráfego de veículos na cidade, ou seja, um agente para cada grupo de 10 mil habitantes. Para se ter uma idéia, em Vitória, são cerca de 200 agentes de trânsito atuando na cidade.

O agente Milton, do Departamento Operacional de Trânsito (DOT) da Serra, conversou com a reportagem e ressaltou os perigos que ele e seus colegas enfrentam no dia a dia da profissão.

“O Brasil está atualmente entre os 5 países que mais registra mortes no trânsito, e a Serra sempre se apresenta  no meio das cidades que mais contribuem para esse número. Os agentes exercem um trabalho de bastante risco, inclusive em treinamentos no dia a dia para a qualificação e aperfeiçoamento dos serviços prestados que incluem melhorar a fluidez do trânsito e facilitar o fluxo do SAMU de forma mais rápida para ajudar nos acidentes.Nesse processo, como foi evidenciado por esses dois acidentes, o perigo é eminente, o agente ao prestar serviço também pode ser vítima”, disse.

A Serra possui uma frota que gira em torno de 220 mil veículos registrados e licenciados, de acordo com o Detran. Vale destacar um dado curioso, que a Serra é tão expressiva no número de frota de veículos registrados que o município tem mais carro do que Cachoeiro de Itapemirim tem de pessoas, sendo que a cidade do Sul capixaba é a quinta maior do ES: 210 mil pessoas de acordo com o IBGE.

Os agentes de trânsito alertam para que os motoristas sempre fiquem atentos, respeitando as sinalizações para evitar acidentes e tragédias, todo cuidado é pouco e facilitar o trabalho dos agentes é essencial para uma melhor fluidez e segurança de todos.

Maio Amarelo

Na última quinta-feira (5) , aconteceu uma simulação de acidente com várias vítimas em Parque Residencial Laranjeiras.A ação faz parte do mês de conscientização e respeito no trânsito ‘Maio Amarelo’.

A simulação começou às 8 horas na rua Onze D, próximo ao supermercado Epa e do Terminal de Laranjeiras. Até o helicóptero da Notaer participou da ação que simulou o resgate de um acidente que ocorreu com ônibus do qual várias vítimas ficaram feridas.

Apesar de parecer assustador por conta da presença das ambulâncias do Samu e de agentes de trânsito, além de policiais, é uma ação de treinamento que acontece anualmente.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!