26.8 C
Serra
quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Vereadores voltam a trabalhar na próxima segunda-feira (06)

Leia também

Márcia vira prefeita por 10 dias de olho na chuva

O prefeito Audifax Barcelos (Rede) tirou dez dias de recesso, e a vice-prefeita Márcia Lamas (PSB) assumiu o cargo...

Serra registrou 334 casos de dengue em 22 dias

A dengue continua infectando moradores da Serra. Em 22 dias, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesa) já registrou 334...

Prefeitura promete entregar uniformes para estudantes em março

O ano letivo começa em fevereiro, mas os alunos das escolas e creches do município da Serra só devem...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A sessão começa às 18 horas. Foto: Arquivo TN

Após o recesso iniciado em dezembro, os vereadores da Serra se preparam para iniciar o ano legislativo na próxima segunda-feira (6). As primeiras sessões devem ser marcadas pela votação em segundo turno de matérias consideradas polêmicas, de autoria do prefeito Audifax Barcelos (Rede). São mudanças na Lei Orgânica do Município (LOM).

Uma das matérias versa sobre as contas do prefeito. Com a alteração, o Executivo prestaria contas relativas ao ano anterior apenas ao Tribunal de Contas do Estado, no dia 30 de abril e encaminharia comunicado deste ato aos vereadores.

Outra modificação na LOM é a que acaba com a contribuição dos servidores durante licença sem vencimentos e com a contagem do respectivo tempo para aposentadoria. Mas as matérias não devem encontrar muita resistência no Legislativo, uma vez que o prefeito vai encontrar uma Casa mais harmonizada neste ano.

“Acredito que vai ser tranquila e harmônica a discussão e que não se ganha nada se não tiver harmonia, a cidade perde. Os problemas da eleição foram superados e daqui pra frente vamos trabalhar pela população. Procurar cada vez mais ouvir a população. Aquela oposição está bem mais tranquila e precisa dar o retorno sobre os votos recebidos. Algumas matérias devem ser discutidas mais profundamente, mas para o bom andamento da Casa”, disse o vice-presidente da Mesa Diretora, Rodrigo Caldeira (Rede).

Fábio Duarte (PDT) lembrou que o município atravessa um momento complicado. “Em função disso, o prefeito precisa tomar algumas medidas que afetam não somente à população, mas aos servidores públicos, são medidas que desagradam. Vamos ficar atentos a tudo o que for enviado para a Câmara e votar com responsabilidade. Queremos tempo para analisar matérias enviadas ao parlamento e termos ciência do que está sendo votado”, observou.

Comentários

Mais notícias

Serra registrou 334 casos de dengue em 22 dias

A dengue continua infectando moradores da Serra. Em 22 dias, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesa) já registrou 334 casos da doença na cidade....

Prefeitura promete entregar uniformes para estudantes em março

O ano letivo começa em fevereiro, mas os alunos das escolas e creches do município da Serra só devem receber os uniformes escolares a...

Magia do circo é tema da Império de Fátima no Carnaval de Vitória

Falta menos de um mês para o Carnaval de Vitória e as escolas de samba já estão com os preparativos a todo vapor. Os...

Rosas de Ouro leva homenagem ao congo para o Sambão do Povo

Falta menos de um mês para o Carnaval de Vitória e as escolas de samba já estão com os preparativos a todo a vapor....

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem