28.1 C
Serra
quinta-feira, 09 de julho de 2020

Serra teve 320 assassinatos em 2015

Leia também

Articulação de Amaro traz R$ 1.5 milhão extra para enfrentar coronavírus na Serra

O combate à pandemia do novo coronavírus nos municípios capixabas vai receber reforço com o envio de recursos extras...

CPI resgata cavalo a beira da morte em Cariacica

O resgate aconteceu na quarta-feira (8). Foto: Divulgação Na noite da última quarta-feira, dia 8, a CPI dos Maus-Tratos Contra...

Serra registra aumento de 40% de resgates de animais

Com a pandemia do novo coronavírus, mais pessoas têm ficado em casa e mais animais silvestres têm aparecido nas...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

No dia 29 de dezembro, homem foi morto a tiros dentro de carro em plena luz do dia no centro comercial de Laranjeiras. Foto: Fábio Barcelos
No dia 29 de dezembro, homem foi morto a tiros dentro de carro em plena luz do dia no centro comercial de Laranjeiras. Foto: Fábio Barcelos

Por Thiago Albuquerque

O ano terminou, mas uma coisa não mudou na Serra: o assombroso número de pessoas assassinadas. Foram 320 casos em 2015, o que dá uma média de um homicídio a cada 27 horas. Apesar disso, houve redução de 7% em relação a 2014, onde 344 pessoas perderam a vida por ação violenta de terceiros, o menor índice desde 2000, quando foram registrados 313 homicídios.

“A redução foi fruto de muito trabalho. Tivemos que em função do cenário local, fazer uma força tarefa, tanto com a Polícia Militar quanto com a Civil para atuar em pontos específicos”, conta o secretário estadual de Segurança, André Garcia.

Apesar da queda, a Serra segue cada vez mais firme na liderança deste triste ranking no ES: em 2015 ela teve 39% dos assassinatos da Grande Vitória e 23% de todo Estado. Tanto que na região metropolitana, o município foi o que menos reduziu as mortes entre as cidades maiores.

A maior redução foi da capital, Vitória, queda de 44%: foram 131 assassinatos em 2014 contra 74 em 2015; seguido de Vila Velha, que caiu 24%, 229 para 174 mortos. Cariacica recuou 19,4%, de 217 para 175. Guarapari teve redução de 12%, de 43 para 38 mortos. A única cidade que aumentou foi Viana, 75%: saltou de 12 mortos em 2014 para 21 em 2015. Os dados são do balanço mensal da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo (Sesp).
Até a tarde de ontem (07) a Sesp ainda não havia divulgado os assassinatos quanto ao gênero (homens e mulheres). Na outra ponta do ranking da violência, oitos cidades do Espírito Santo se destacaram por não ter registrado nenhum homicídio. Alfredo Chaves, Apiacá, Jeronimo Monteiro, Laranja da Terra, Marilândia, Rio Novo do Sul, São José do Calçado e Venda Nova do Imigrante.

 

Comentários

Mais notícias

CPI resgata cavalo a beira da morte em Cariacica

O resgate aconteceu na quarta-feira (8). Foto: Divulgação Na noite da última quarta-feira, dia 8, a CPI dos Maus-Tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa,...

Serra registra aumento de 40% de resgates de animais

Com a pandemia do novo coronavírus, mais pessoas têm ficado em casa e mais animais silvestres têm aparecido nas áreas urbanas. É o que...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!