21.8 C
Serra
domingo, 07 de junho de 2020

Serra se mobiliza para não ficar sem água e comida

Leia também

Erosão do mar em Manguinhos segue se agravando e danifica propriedades

Está se agravando o problema da erosão no trecho entre o Recanto dos Profetas e o Vagão na orla...

‘Juro Zero’ já liberou quase R$ 5 milhões para empreendedores no ES, diz Xambinho

A Aderes, órgão responsável por fazer o cadastro dos interessados no empréstimo sem juros, já identificou 6.724 comerciantes aptos...

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A situação do rio Santa Maria na captação de água para a Serra é dramática. Foto: Arquivo TN

Vivendo a pior seca de sua história, já passou da hora do Espírito Santo dar um salto na conservação e gestão da água. É com o objetivo de contribuir com isso nas bacias dos rios Santa Maria da Vitória e Reis Magos que acontece o Semeares – Seminário sobre gestão de água na Região Serrana e Grande Vitória.

O evento será entre os dias 20 e 30 de junho, em quatro dos seis municípios onde estão inseridas as duas bacias: Serra, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa e Fundão. Na Serra, será nesta quarta – feira (22) a partir das 19h, no auditório da Câmara Municipal. Palestram Paulo Paim, presidente da Agência Estadual de Recursos Hídricos; Roberto Dias Ribeiro, presidente do Comitê de Bacia do rio Santa Maria; Marcos Sossai, gerente do programa Reflorestar do governo do ES; Bruno Lyra, jornalista especializado em meio ambiente.

Segundo o organizador Fábio Barcelos, o foco são as águas que irrigam o cinturão verde que produz boa parte dos alimentos frescos consumidos na região metropolitana, águas estas que atendem também a demanda da população e das indústrias da zona norte da Grande Vitória. Em especial a Serra, cidade com a maior população e o maior parque industrial do estado.

“A ideia é que, ao aproximar produtores rurais, poder público, ambientalistas, comitê de bacia, estudiosos do tema e grandes consumidores de água, o Semeares possa catalisar ações que garantam o uso dessas águas por todos os que precisam delas”. “Por isto, ao final do seminário, será elaborado um protocolo de cooperação entre os municípios consumidores (Grande Vitória) e dos produtores de água (Região Serrana)”, frisa Fábio.

A programação completa do Semeares está na página do Facebook dedicada ao evento. Contato da organização 99868-6436 Fábio.

Comentários

Mais notícias

‘Juro Zero’ já liberou quase R$ 5 milhões para empreendedores no ES, diz Xambinho

A Aderes, órgão responsável por fazer o cadastro dos interessados no empréstimo sem juros, já identificou 6.724 comerciantes aptos a receberem o empréstimo oferecido...

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo nas últimas semanas. Luciana pediu...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!